Foto: Ingrid Anne / Manauscult foto Ingrid Anne 08.11.2014 (12)

Mais de 600 passageiros vindos do Caribe chegarão ao Porto de Manaus, Centro, às 8h deste sábado, 15, vindos do Caribe, no navio M/S Regatta. Na embarcação estará também uma tripulação de 400 pessoas. A chegada do cruzeiro faz parte da temporada 2014/2015, que recebeu no último sábado o navio M/S Seabourn Quest, do Caribe, com 800 turistas.

O M/S Regatta é o segundo dos dez cruzeiros das Américas que aportarão na capital amazonense nos próximos meses. Este ano, a temporada conta com três navios a mais que no ano anterior – reflexo da visibilidade que a cidade ganhou durante a Copa do Mundo 2014. Além destes, a cidade também receberá outros oito transatlânticos vindos de Iquitos (Peru), Europa, Punta Del Este, Uruguai e da Antártida. No total, serão cerca de 15 mil turistas visitando a cidade entre os meses de novembro de 2014 e abril de 2015.

Toda a agenda de recepção dos cruzeiros é realizada pela Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur).

O diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, explicou que esta temporada vai trazer um movimento econômico relevante para a cidade. “A vinda dos turistas fará com que Manaus ganhe não só mais apaixonados, mas também um movimento econômico significativo. Isto é uma continuidade das ações de turismo, principalmente após a repercussão da capital amazonense com a Copa do Mundo. Vamos fortalecer o segmento e tornar nossa cidade mais uma rota dos grandes destinos do mundo”, afirmou.

Segundo dados divulgados pela Amazonastur, a Temporada de Cruzeiros deve injetar US$ 3,3 milhões na economia do Estado, um valor 12,81% maior em relação ao período anterior. Além disso, o gasto médio dos turistas que passarem por Manaus pode chegar a US$ 400 dólares.

A recepção dos turistas a Manaus reúne diversos órgãos, além da Amazonastur e Manauscult, como as Polícias Federal, Militar e Civil, a Secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp), Secretaria de Estado da Assistência Social e Cidadania (Seas), Secretaria de Estado da Cultura (SEC) e Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans).


Gabriel Oliveira
Equipe Viva Manaus