Manaus ganha artigo apaixonante em jornal britânico

Foto: Marinho Ramos/Semcom

Feirinha do Tururi

Manaus ganha os holofotes do mundo e desta vez repercutiu em um artigo especial no jornal britânico ‘The Telegraph’, um dos principais do Reino Unido. O texto intitulado ‘Legado da Copa do Mundo no Brasil: o carnaval dos animais na Amazônia’ retrata os dias da correspondente Donna Bowater durante o mês de outubro na capital amazonense, quando Manaus celebrou 345 anos em meio a um conceito surpreendente até mesmo para quem é de fora. O texto pode ser lido no link http://www.telegraph.co.uk/travel/destinations/southamerica/brazil/11305060/Brazils-World-Cup-legacy-carnival-of-the-animals-on-theAmazon.html

Bowater retrata a cidade com uma paixão indescritível pela floresta, os costumes e a arquitetura manauara. “Fiquei encantada com a floresta, o rio, a comida, a cultura, mas, sobretudo, com os manauaras que sempre me recebem com um carinho enorme. Achei um povo bem receptivo, simpático e caloroso”, disse a jornalista em entrevista à Prefeitura de Manaus.

Ela veio à cidade pela terceira vez. A primeira foi em 2013 para acompanhar a preparação da Copa do Mundo em Manaus, a segunda durante o mundial e depois voltou em outubro para conhecer de perto a tradição em que vive a cidade em ascensão nos roteiros turísticos do mundo.

“Não tenho planos para voltar em breve por causa do trabalho no Rio, mas gostaria muito de passar alguns meses em Manaus para fazer a cobertura jornalística de uma região que merece ser mais conhecida no mundo que tem uma característica única, com um mistério e uma mágica aos olhos dos estrangeiros. É sempre uma curiosidade conhecer algo assim, pois não existe em outras partes do mundo”, declarou a jornalista que mora há pouco mais de dois anos no Brasil, mais exatamente na capital do Rio de Janeiro (RJ).

O artigo fala das experiências vividas pela jornalista em toda a programação realizada pela Prefeitura de Manaus para o aniversário da cidade. Donna acompanhou os Circuitos Culturais que contou com diversas atrações locais, nacionais e internacionais e pode ver de perto toda a agitação do “dois pra lá, dois pra cá” no Boi Manaus – que foi levado também para a zona Leste da capital e teve seu encerramento com um show cênico no estádio considerado o mais bonito do Brasil.

Entre todos os aspectos citados, o artigo relata a cultura manauara em relação ao boi-bumbá e como as pessoas se inspiram para brincar ao som de toadas durante o mês de outubro. O texto também fala dos bumbás Garantido e Caprichoso e do Festival Folclórico de Parintins, mas que as cores são os que mais impressionam – tudo lembra a Amazônia. É uma quebra de paradigmas, que impressiona quem não conhece. “Além disso, o Boi é uma coisa que muitos brasileiros mesmo não conhecem, por isso, é algo especial e eu acho que é importante reconhecer raízes de uma cidade”, disse Bowater.

De acordo com o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula, o artigo só demonstra o quanto somos valorizados mundo afora. “Enquanto alguns manauaras não reconhecem a cidade com um verdadeiro potencial turístico e cultural, muitos visitantes se apaixonam por tudo o que nós temos. Nossa cultura é diferente e encanta a todos. O artigo é mais uma prova de que estamos caminhando para o lado certo, potencializando a cidade e fazendo com que outras pessoas no mundo tenham vontade de nos conhecer”, observou.

Ainda na opinião da jornalista, Manaus só tem a crescer. “Eu acho que Manaus tem bastantes atrações e razões suficientes para que os turistas a visitem, só precisa garantir mais a capacidade em infraestrutura, capitalizando a oportunidade ganhada com a Copa para obter mais reconhecimento”, finalizou a nova apaixonada pela Capital da Amazônia.

 

 

X