Academia Amazonense de Letras reabre as portas para o projeto “Sábados na Academia”

Foto: Assessoria de comunicação Academia Amazonense de Letras

A Academia Amazonense de Letras reabre as portas amanhã, 15,  para o  projeto “Sábados na Academia”, a ser realizado semanalmente, neste mesmo dia, de 10h às 12h, na sede da própria entidade (Rua Ramos Ferreira, 1003 – Centro).  Em sua quarta edição, o projeto terá o   tema “A Academia e seus patronos”, com palestras sobre os escolhidos a cada edição. O primeiro a ser homenageado será o poeta Raimundo de Castro Monteiro, tendo como palestrante o membro Max Carphentier.

Raimundo Monteiro de Paula nasceu em Humaitá, cidade que fica na margem esquerda do rio Madeira. Foi membro da Academia Amazonense de Letras e teve como principal obra “As horas lentas”. Faleceu aos 50 anos no ano de 1932. Já o palestrante e acadêmico Max Carphentier Luis da Costa nasceu em 1945. Além de escritor, é membro do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas, do Clube da Madrugada e da União Brasileira de Escritores do Amazonas. Seu primeiro livro foi “Quarta Esfera” (1975).  “Sermão da Selva” 1ª edição (1979) e a 2ª edição (1982) foi um marco na carreira, além de outras obras.

 

Projeto

Em sua quarta edição, “Sábado na Academia” é composto por encontros semanais entre o público e escritores. A entrada é gratuita. A proposta é que os membros façam palestras sobre os patronos da academia. Os patronos são escritores que dão nome às cadeiras da Academia, mas não necessariamente os mesmos fizeram ou fazem parte da academia. Em alguns casos o escritor pode se tornar um patrono apenas por  reconhecimento a sua obra literária.

Serão cinco sábados de palestras com duas horas de duração cada dia. Vale ressaltar que, para aqueles que desejarem obter o certificado de participação, deve-se pagar taxa de R$10. O certificado será entregue ao final do ciclo de palestras, com o total de 10h. Informações: 3342-5381 / 9901-3742.

O projeto tem apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismos e Eventos (Manauscult), e do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (SEC).

 

Cronograma de homenageados e palestrantes

15 de agosto- Raimundo Monteiro- Max Carphentier

22 de agosto- Anibal Teófilo – Mazé Mourão

29 de agosto- Francisco de Castro – Geraldo dos Anjos

12 de setembro- Graça Aranha – Almino affonso

19 de setembro- Maranhão Sobrinho – Aldísio Figueiras

 

Comentários
Mostrar botões
Esconder botões
X