Aníbal Teófilo é tema de palestra na Academia Amazonense de Letras

Foto: Chris Pellet/Manauscult AcademiaAmazonense de Letras

A segunda semana do ciclo de palestras realizado pela Academia Amazonense de Letras (ALL) terá o poeta Aníbal Teófilo como homenageado do projeto “Sábados na Academia”. Quem fará a palestra sobre a vida e a obra do artista é a jornalista e membro da Academia Mazé Mourão. A iniciativa está na sua quarta edição e o tema escolhido dessa vez foi “A Academia e seus patronos”. O projeto é realizado todos sábados, de 10h às 12h, na sede da entidade (Rua Ramos Ferreira, 1003 – Centro).

Mazé Mourão é membro da AAL e assumiu a cadeira da qual Aníbal Teófilo é o patrono. Aníbal Teófilo nasceu em 1873, no Mato Grosso. Militar, político e poeta, ele foi transferido para Manaus em 1903 pelo Exército Brasileiro, onde permaneceu até 1912. Faleceu no Rio de Janeiro em 1915, assassinado pelo também escritor Gilberto Amado. Um fato curioso sobre o poeta é que, antes de morrer, seus amigos mais próximos, dentre eles o poeta Olavo Bilac, cumpriram o desejo pessoal dele: encharcaram seu corpo com um perfume bastante conhecido na época, de nome “Idèal de Hubricant”.

A palestrante Mazé Mourão, que nasceu em 1953 em Manaus, é jornalista, escritora e se destaca por suas crônicas descontraídas. Ela possui quatro livros publicados, sendo eles: “A lágrima Silente”, “Receitas por Mazé Mourão”, “Crônicas”, “Poucas e Boas”. Atualmente é articulista de um jornal e apresentadora em uma rede de televisão. Ela foi convidada a assumir a cadeira nº 28 da Academia Amazonense de letras em 2010. Uma curiosidade é que a cadeira ocupada por Mazé hoje pertenceu a primeira mulher no Brasil a tomar posse de uma cadeira em uma academia de letras.

Projeto

Em sua quarta edição, o projeto “Sábado na Academia” realiza encontros semanais entre o público e escritores. A entrada é gratuita. A proposta é que os membros façam palestras sobre os patronos da academia. Os patronos são escritores que dão nome às cadeiras da Academia, mas não necessariamente os mesmos fizeram ou fazem parte da academia. Em alguns casos, o escritor pode se tornar um patrono apenas por  reconhecimento a sua obra literária.

Esse é o segundo sábado de palestras, que se iniciou na semana passada, com duas horas de duração cada dia. Vale ressaltar que, para aqueles que desejarem obter o certificado de participação, deve-se pagar taxa de R$10. O certificado será entregue ao final do ciclo de palestras, com o total de 10h. Informações: 3342-5381 / 9901-3742.

O projeto tem apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), e do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (SEC),

Cronograma de homenageados e palestrantes

22 de agosto- Anibal Teófilo – Mazé Mourão

29 de agosto- Francisco de Castro – Geraldo dos Anjos

12 de setembro- Graça Aranha – Almino affonso

19 de setembro- Maranhão Sobrinho – Aldísio Figueiras

 

Comentários
Mostrar botões
Esconder botões
X