Grupos folclóricos se preparam para festivais nos bairros

Foto: Ingrid Anne/Manauscult Festival Folclórico do Amazonas

O mês de junho ainda não chegou, mas os grupos, associações e ligas folclóricas já estão trabalhando arduamente  para a realização das tradicionais festas juninas nos bairros. A novidade este ano começou com a abertura, no último dia 14, do edital da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), que prevê o apoio para a realização de até cem festivais folclóricos nos bairros, entre junho e agosto deste ano. As propostas para o edital devem ser apresentadas até o dia 3 de maio, mas é nas comunidades que os trabalhos já estão a todo vapor.

No Mauazinho, zona Leste, por exemplo, segundo o presidente da Associação de Moradores do Bairro e presidente do Grupo Folclórico Dança Nordestina Cangaceiros de Lampião, Alberto Carvalho, haverá dois grandes festivais, o dos “Cangaceiros de Lampião” e o do “Campo do Vermelhão”. O primeiro será realizado num fim de semana no mês de julho (de 15 a 17) e o segundo durante três fins de semana do mês de agosto.

Há dez anos trabalhando com festivais, Carvalho afirma que esta é a primeira vez que um festival organizado por ele poderá receber apoio. “O festival dos Cangaceiros já está na quinta edição e nunca recebi apoio. Este ano estou ansioso, já apresentei minha proposta para concorrer ao edital da Manauscult e ficarei no aguardo para que seja aprovado. Se for como o edital do Carnaval, tenho certeza que dará certo; eu achava que tinha complicações, mas consegui no Carnaval realizar a banda ‘Mauazinho na Folia’ por meio do edital, e foi um sucesso”, comentou.

Já na zona Norte, os trabalhos também estão em andamento. O tradicional Festival do Campo do Oswaldo Frota, que desde o ano passado está sendo realizado na praça do Conjunto Renato Souza Pinto II, já está programado. Segundo o organizador do evento, William Lima, eles estão aguardando apenas o resultado do edital para finalizar o cronograma do festival.

“Já fizemos a limpeza da praça e os grupos que participarão da disputa de dança já estão pré-agendados. Também já acertamos as parcerias e agora é só aguardar o resultado do edital”, afirmou William, que está há seis anos como organizador da festa. O Festival acontece há 19 anos e este ano, na última noite do evento, haverá uma arrecadação de alimentos para doação ao Instituto de Apoio a Criança com Câncer (GACC).

Edital aberto

Aberta desde o dia 14 de abril, a chamada pública vai contemplar até 100 propostas para realização dos festivais nos bairros. Para concorrer, os inscritos deverão estar de acordo com os principais critérios exigidos no edital, tais como apresentar proposta; comprovar interesse público e participação popular; comprovar a realização do evento há pelo menos duas edições anteriores; apresentar propostas e ações de redução de impactos sociais e ambientais, bem como garantia de direitos. As propostas serão analisadas pela comissão técnica composta por três integrantes da Manauscult.


Texto: Milena Soares e Mônica Figueiredo

Comentários

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões
X