Grupos discutem regulamento para disputa na Categoria Bronze do Festival Folclórico do Amazonas

Foto: Ingrid Anne / Manauscult Grupos discutem regulamento para disputa na Categoria Bronze do Festival Folclórico do Amazonas

Representantes de Grupos e Associações Folclóricas, que integram a Categoria Bronze do Festival Folclórico do Amazonas, tiveram a primeira reunião para discutir o regulamento da categoria para a disputa deste ano. O encontro aconteceu na terça-feira, 21, na sede da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e contou com representantes dos grupos de ciranda, boi-bumbá, danças, entre outros. No total, 30 grupos participam da categoria.

De acordo com o diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, o principal objetivo do encontro foi apresentar aos representantes dos grupos os critérios que serão julgados durante a disputa e discutir com as mesmas novas propostas. A reunião foi comandada pela Diretoria de Cultura da Fundação. Na ocasião foram discutidos pontos como a seleção dos jurados e os itens obrigatórios e facultativos que serão julgados em cada uma das 15 modalidades que se apresentarão.

Vice-presidente da Ciranda Sedução do São Francisco, Maria do Carmo Souza, a Carmita, destacou a importância desses debates para os folcloristas. “Acima de tudo é importante saber que está cuidando da festa. Conhecer as pessoas que estão à frente, isso valoriza o folclorista. E ainda mais porque permite que a gente contribua com nossas ideias, deixando claro o que a gente tem por obrigação apresentar no dia ou não”, comentou.

Categoria Bronze

Criada este ano, a “Categoria” Bronze reúne 30 grupos e associações que disputam em 15 modalidades: boi-bumbá regional, boi-bumbá tradicional, catetinho, ciranda, dança alternativa, dança internacional, dança nacional, dança nordestina, dança regional, quadrilha cômica, quadrilha duelo, quadrilha tradicional, garrote regional, garrote tradicional e tribo.

De acordo com a Portaria nº 030/2016, inexiste qualquer obrigação financeira por parte da Manauscult ou qualquer órgão ou entidade da Administração Pública Municipal referente a participação de grupos da “Categoria Bronze”. Todos os custos relativos à confecção de cenários, figurinos, transportes e outros são de total responsabilidade dos mesmos.

Os grupos vencedores permanecerão na “Categoria Bronze” até que seja feito um novo credenciamento, dentro de cinco anos, a contar da data de publicação da Portaria nº 030/2016.

Texto: Mônica Figueiredo

Fotos: Ingrid Anne

 

Comentários

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões
X