Companhia Arte e Fato estreia espetáculo “Flecha Borboleta”

Foto: Divulgação Companhia Arte e Fato apresenta "Flecha Borboleta"

A Companhia de Teatro Arte & Fato volta à cena com o espetáculo “Flecha Borboleta”, segunda montagem da trilogia “O outro entre nós”. A estreia será no dia 29 de outubro, às 20h, no Teatro Amazonas.  Os ingressos custam R$ 20.

De acordo com Douglas Rodrigues, diretor do espetáculo, o mais novo trabalho da companhia é inspirado na Ópera Madama Butterfly de Giacomo Puccini e narra trágicas consequências do amor entre uma índia arqueira e o expedicionário americano, dialogando com o Massacre de Haximu, julgado pela Justiça brasileira no qual os réus foram condenados por genocídio.

Contemplado pelo edital Prêmio Manaus de Conexões Culturais da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Flecha Borboleta se baseia em fatos reais. A trilogia “O outro entre nós” é composto pelas peças: “A Estrada”, “Flecha Borboleta” e “Casa D’água”.

Trama

Com objetivo de estabelecer defesa continental das “Américas”, o Governo Militar Brasileiro se alia aos Estados Unidos da América (1934-1942), durante a Segunda Guerra Mundial, compactuando em Washington um tratado para a “Internacionalização da Amazônia”, em 1948 acontece nova missão, de nome: “Missão Aabbink”, chefiada por John Abbink para reconhecimento das terras, cujo objetivo era “forjar laços” de amizade com o Brasil e a integração da Amazônia.

Durante anos, vários oficiais aviadores visitaram a aldeia Yanomami e contraíram matrimônios temporários com jovens índias. De acordo com Douglas Rodrigues, a história de “Flecha Borboleta”, se baseia em fatos reais e descreve as trágicas conseqüências de um desses matrimônios contraídos com leviandade, pecado, discriminação, mentiras, loucura e mortes.

Flecha Borboleta traz no elenco Acacia Mié, Hely Pinto, Israel Castro, Keila Gomes, Karol Medeiros, Leonel Worton e Vanessa Pimental. Douglas Rodrigues é autor e diretor do espetáculo.

Intercâmbio

 O dramaturgo e diretor teatral, Darci Figueiredo, está em Manaus para compor um dos módulos do projeto de encenação do espetáculo Flecha Borboleta.

Como diretor, autor, ator e produtor, Darco tem apresentado espetáculos no Brasil e em todos os outros continentes, com destaque para, Japão, USA, Finlândia, Suécia, África do Sul, Austrália, Zimbabwe, Nova Zelândia, Portugal, Alemanha, Espanha.

Destacam-se a direção dos premiados espetáculos “A Maravilhosa Estória do Sapo Tarô Bequê”, de Marcio Souza, “God Export”, de Woody Allen, “O Crime do Padre Amaro”, de Eça de Queiróz e “The Box Woman”, autor.

Comentários

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões
X