Companhia apresenta espetáculo “Yi Ocre” em Manaus

Foto: Divulgação

O espetáculo de dança “Yi Ocre”, da Companhia Corpo e Arte Contemporânea, será encenado nesta segunda-feira, 05, às 19h, no Centro Municipal de Arte-Educação Aníbal Beça (Cmae), localizado no bairro São José III, zona Leste; na quarta-feira, 7, às 19h, no Centro Cultural Padre Ruggero Ruvoletto, localizado na Avenida Sete de Maio, s/n, Santa Etelvina, zona Norte de Manaus; E na sexta-feira, 9, na Zona Sul, no Espaço Uatê, na Avenida General Rodrigo Ótavio, s/n, na Lagoa Verde, próximo a Bola da Suframa. A entrada é gratuita, e menores de 18 anos precisam estar acompanhamos dos responsáveis.

A exibição já passou por 10 cidades do país, totalizando 26 espetáculos. Esta temporada teve início no último dia1º no Museu da Amazônia, Largo de São Sebastião, Centro, segundo os artistas Oday Oliveira e Alan Panteón. Contemplado por meio do Edital Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2015 da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), “Yi Ocre” traz uma performance de Dança Contemporânea, abordando questões existências que estão presentes na sociedade como “Viemos do chão?”, “Voltaremos ao chão?” e “somos química ou matemática?”.

A cenografia do espetáculo, segundo Odacy Oliveira, um dos coordenadores, tem o propósito de impactar o público, através da sonoridade e suavidade e objetos utilizados. O destaque é a utilização de argila nos corpos dos bailarinos, dando um toque diferente para a montagem.

Além do Edital da Manauscult, o espetáculo foi contemplado pelo Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna em 2014, Festival Amazonas de Dança, e Sesc Amazônia das Artes de 2015. De acordo com Oliveira, o espetáculo já por vários estados, mas  apresentá-lo em quatro zonas de Manaus é uma realização.

“Não tínhamos noção da proporção de onde esse espetáculo iria nos levar. Mas fomos contemplados com prêmios considerados importantes no segmento das artes, e agora temos a oportunidade de trazê-lo de volta ao seu lugar de origem, a nossa capital”, afirmou Odacy Oliveira.

 

Texto: Milena Soares

Comentários

Deixe uma resposta

Mostrar botões
Esconder botões
X