Maior cruzeiro já registrado em Manaus chega à cidade

Foto: JP Lima e Emerson Cardoso/Amazonastur M/S Queen Victoria no Porto de Manaus

Depois de viajar por mais de seis mil quilômetros, o navio M/S Queen Victoria atracou no Porto de Manaus na manhã desta quarta-feira, 25, já quebrando recordes: além de ser o maior navio de todos os tempos a ancorar na capital amazonense, a organização do cruzeiro pretende também conquistar o recorde de maior navio de extensão a cruzar os rios Negro e Solimões. 

Com 294 metros de comprimento, trazendo 2.681 pessoas a bordo, entre passageiros e tripulantes, o navio é a oitava embarcação a chegar na Temporada de Cruzeiros 2016/2017. Os turistas foram recepcionados por equipes da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur). Na ação, foram distribuídos brindes como colares do artesanato indígena e informativos turísticos. 

Ainda no receptivo, o cantor de toadas Prince do Boi fez um show especial aos turistas que desembarcaram no Porto. Além disso, uma placa de boas-vindas foi entregue ao navio. Outros órgãos e instituições também estiveram presentes, como a Polícia Militar, Polícia Turística, empresas locais de turismo e o Instituto Amazônia, que possui um espaço dedicado no Porto para garantir o conforto dos recém-chegados. 

Para o Diretor de Turismo da Manauscult, João Araújo, o sucesso do receptivo se dá por conta da integração entre diversos órgãos, tanto em nível municipal quanto estadual. “Temos uma equipe bilíngue pronta para atender os turistas, além da presença dos órgãos de segurança. Essa ação é importante, pois um bom atendimento é a melhor propaganda para a cidade, garantindo um boca-a-boca positivo mundo afora”, enfatizou João. 

Para o diretor de Marketing da Amazonastur, Nicolas Cabral, o retorno econômico é positivo para a cidade. “São mais de duas mil pessoas em um cruzeiro de grande porte. Logo, é um público com um padrão maior de renda que vai pernoitar em Manaus e, consequentemente, gerar riqueza para a cidade, movimentando restaurantes, passeios de barco, pontos turísticos, entre outros”, destacou. 

Do mundo para Manaus 

Embora o M/S Queen Victoria seja de origem britânica, várias nacionalidades estavam presentes no navio, com muita gente ansiosa pela chegada à cidade. Vindos do México, por exemplo, Teresa e Sergio são mãe e filho que embarcaram juntos na viagem. “Essa é minha segunda vez no Brasil, mas a primeira em Manaus. Eu gosto muito do país e estou louco para conhecer a floresta, museus e, claro, o Teatro Amazonas”, contou Sergio. Já a mãe era pura alegria: “Ganhei a viagem como presente de aniversário dele, e sou muito grata pelo convite. Estar aqui é uma experiência única, e já é um dos melhores momentos da minha vida”, afirmou. 

Já Heather, da Austrália, veio acompanhada do marido, e já entrava no clima do boi-bumbá assim que desceu do navio, ao som da banda comandada por Prince do Boi. “É esse tipo de coisa que me atraiu para esse lugar. É maravilhoso”, contou. Enquanto isso, o casal Clive e Margareth, da Inglaterra, veio preparado para o passeio. “Somos viajantes e pesquisamos muito sobre a história local e os lugares que queríamos conhecer por aqui, para além do Teatro Amazonas. Vamos dar uma volta no Centro da cidade e aproveitar os muitos locais para visitar”, disse Clive. 

O M/S Queen Victoria deixa Manaus na manhã desta quinta, 26. O cruzeiro, que começou sua viagem na Flórida, nos Estados Unidos, encerra sua rota no Rio de Janeiro.

17.01.25.Queen Victoria

Ações de limpeza

Para receber a visita do navio, a Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) intensificou os trabalhos na área central de Manaus, reforçando os serviços de coleta, varrição, limpeza de igarapés, conscientização e remoção de resíduos. 

O trabalho de limpeza da Semulsp conta com três rotas da coleta domiciliar para acelerar a retirada do lixo doméstico e mais dois caminhões pequenos da coleta seletiva, com objetivo de recolher resíduos do comércio na área. 

A orla da Manaus Moderna e São Raimundo e as feiras localizadas nessa região recebem equipe de 35 trabalhadores para a limpeza. Para assegurar a limpeza das margens e do leito do Rio Negro, a Semulsp conta com o trabalho de duas balsas, botes de apoio e duas escavadeiras hidráulicas. 

Ainda no Centro de Manaus, a Semulsp mobiliza mais 60 trabalhadores com serviço de varrição das principais avenidas e pontos turísticos do local.

Trânsito

Doze agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) monitoraram as vias com pontos turísticos para facilitar o acesso e o estacionamento de ônibus de turismo que transportaram os passageiros do navio. A presença dos agentes também facilitou a circulação de turistas que optaram por seguir a pé nas ruas próximas aos pontos de visitação. 

A operação de trânsito foi realizada nas áreas que contornam o Teatro Amazonas (Rua Dez de Julho e Av. Eduardo Ribeiro); o Museu do Índio (Av. Duque de Caxias), o entorno do Mercado Adolpho Lisboa (Av. Lourenço da Silva Braga) e na saída do Porto de Manaus. Nessas vias, a presença dos agentes preservou as vagas exclusivas e demarcadas para ônibus de turismo.

5 -Receptivo do Navio Queen Victoria 25/01/2017

Comentários
Mostrar botões
Esconder botões
X