Primeiro dia de Desfile das Escolas de Samba esquenta público

Foto: Ingrid Anne/Manauscult 25.02.2017-Escola-de-Samba-Cidade-Nova---Foto-Ingrid-Anne-Manauscult-(21)

Com muita garra e determinação, as escolas dos Grupos de Acesso A, B e C entraram a madrugada de sábado, 25 de fevereiro, com o “bloco na Avenida”. De lendas regionais a jogos milenares, passando pelo universo do circo, da fé e da imaginação infantil, comunidades de várias zonas da cidade se mobilizaram para apresentar um Desfile Oficial do Carnaval de Manaus 2017 contagiante.

O diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula, destacou o investimento da Prefeitura de Manaus no Carnaval de Manaus como fator de valorização não apenas da Cultura, mas de fortalecimento da economia nesta época do ano. “Temos artistas, músicos, bailarinos, comunidades inteiras envolvidas no Carnaval, e não apenas no desfile, mas também nas cem bandas que recebem o apoio da Manauscult. Isso representa, muitas vezes, um ano inteiro de trabalho e uma mobilização que gera produção cultural e fomenta a economia”, afirmou.

Para o diretor de Carnaval da União das Escolas de Samba de Manaus (Uesam), Fabrício Nascimento, o desfile é um momento essencial que consolida o trabalho das escolas de samba. “O Grupo de Acesso é formado por escolas que são grandes sonhadoras, que trabalham com muita dedicação, e cujo principal ingrediente é a superação. É esse sonho de fazer parte do Grupo Especial que alimenta o desfile com muita força de vontade e energia”, destacou.

25.02.2017-Escola-de-Samba-Primos-da-Ilha---Foto-Ingrid-Anne-Manauscult-(106)

No primeiro dia de desfile no Sambódromo, quatorze agremiações passaram pela “Passarela do Samba”, das 21h às 4h30. Pelo Grupo C, Leões do Barão Açu, Gaviões do Parque 10, Tradição Leste e Legião dos Bambas se apresentaram primeiro.

“Vale a pena este desfile porque estamos incentivando os jovens a brincar com segurança”, comentou um dos organizadores da escola Leões do Barão Açu, Ricardo Santos.

No grupo B, Mocidade Independente do Coroado, Unidos do Coophasa, Presidente Vargas e Império do Havaí levaram o samba contagiante até por volta de 1h. Ao som do batuque, foi impossível ficar parado. Artistas de rua, convidados desta que foi a última escola do grupo a se apresentar, foram exemplo disso, e dançaram antes e durante a passagem da escola.

À 1h10, a escola Unidos da Cidade Nova abriu passagem para o Grupo A, seguida da Dragões do Império; Balaku-Blaku; Cidade Alta; Beija-flor do Norte e Primos da Ilha, que encerrou o Desfile Oficial das Escolas do Grupo de Acesso.

Apoio

Quatorze escolas de samba foram contempladas pelo Edital Nº 01/2017 da Manauscult, que destina apoio ao Desfile de Carnaval, e receberam da Prefeitura de Manaus o montante de R$ 818.782 mil, destinado às agremiações do grupo especial e do grupo de acesso A, B e C.

17.02.24.Desfile das escolas de samba


Equipe Viva Manaus

Comentários
Mostrar botões
Esconder botões
X