Mostra Cinema e Direitos Humanos acontece esta semana

Foto: Marinho Ramos/Semcom 11ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos - Amazonas - Les Artistes Café Teatro

A Prefeitura de Manaus estendeu o tapete vermelho para a 11ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos. A abertura aconteceu na noite desta segunda-feira, 22/5, no Les Artistes Café Teatro, na Av. Sete de Setembro, 377 – Centro. A Mostra é uma iniciativa do Ministério dos Direitos Humanos e Instituto Cultura em Movimento – ICEM, em parceria com a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), a Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh) e a produtora local AmazonFilm. 

No lançamento foram exibidas duas sessões da mostra panorâmica: o filme “Depois Que Te Vi”, de Vinícius Saramago, que aborda os direitos da pessoa com deficiência através da vida de um autista que muda metodicamente sua rotina, quando ele sai para fazer uma entrega e vê uma menina passar de bicicleta. Outro filme da noite foi o documentário “De Que Lado Me Olhas”, de Ana Carolina de Azevedo e Helena Sassi, sobre diversidade de gênero, onde sete pessoas oferecem diferentes perspectivas sobre uma importante realidade desconversada. 

Segundo o secretário da Semmasdh, Elias Emanuel, a difusão dos Direitos Humanos através da mostra audiovisual vem discutir temas que são tratados como tabus na sociedade. “Nossa temática principal é quebrar os preconceitos, pois o objetivo da mostra cinematográfica é consolidar a cultura e a educação em Direitos Humanos, abrindo espaço para debate e discussão por meio da linguagem audiovisual, contribuindo para o exercício da solidariedade, do respeito às diversidades e da tolerância”, destacou. 

Para o representante do Instituto Cultura em Movimento (Icem), Leonardo Franco, chegar mais uma vez na cidade significa levar os direitos humanos de norte a sul do país. “Trazer essa mostra para Manaus mais uma vez é muito importante. Teremos aqui uma mostra com 37 filmes e algumas sessões de debate sobre os temas abordados na programação. Ficamos muito felizes em ter um bom público na estreia”, disse o representante do Icem. 

Programação 

As sessões são gratuitas e estarão em cartaz no período de 22 a 26 de maio, no Les Artistes Café Teatro, onde serão exibidos diversos filmes com temáticas que envolvem questões dos direitos humanos como: intolerância religiosa, diversidade de gênero, igualdade racial, pessoa com deficiência, guerra, refugiados, entre outros. 

Nesta terça-feira, 23/5, foi a vez da categoria Mostrinha, que inicia as sessões a partir das 10h. Os filmes em cartaz incluíram “Iemanjá Yemoja – A criação das ondas”, de Célia Harumi, curta que conta a história de Iemanjá, a Rainha do Mar, que recebe de Olodumaré o poder de devolver à terra as sujeiras jogadas pelos homens na água. O outro filme será “Imagine uma Menina com Cabelos de Brasil”, de Alexandre Besorte, que retrata a viagem de aceitação de uma menina com seu cabelo, além das animações da turma da Mônica dos filmes Nana Nenê e Mônica Freestyle. A programação completa está disponível aqui.

17.05.22. 11 Mostra de cinema eDireitos humanos

Sobre a Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Criada em 2006 como uma das ações estratégicas da Secretaria Especial de Direitos Humanos (SEDH) para celebrar o aniversário da Declaração Universal de Direitos Humanos, proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948, a Mostra Cinema e Direitos Humanos foi expandida ao longo dos últimos 10 anos e, atualmente, ocorre em todas as capitais federais do Brasil.


Alexsandro Machado/Semmasdh

Comentários
Mostrar botões
Esconder botões
X