Artistas amazonenses se reúnem em show em SP

Foto: Divulgação/Karine Aguiar Karine Aguiar e Sérgio Carvalho

A cantora Karine Aguiar e o contrabaixista Sérgio Carvalho, ambos artistas amazonenses nascidos em Manaus terão um encontro musical inusitado nesta terça-feira (20) em São Paulo (SP). O encontro surgiu a partir de um convite de Sérgio para Karine, que mora na capital paulista desde 2016, envolvida em projetos nacionais e em seu estudo de doutorado na Unicamp.

A participação da cantora acontece em um dos shows do Sérgio Carvalho Trio, projeto instrumental do contrabaixista, e acontece nesta terça no Madeleine Jazz Bar, uma das mais badaladas casas de jazz da capital paulista. A canção escolhida por Serginho para a participação de Karine é um tema de alta complexidade técnica, intitulado “Remembrance”, consagrado na voz do cantor novaiorquino Bobby Mcferrin. Na obra, a voz se comporta como mais um instrumento da banda, uma vez que não há uma letra e o canto se dá todo em estilo scat singing, isto é, apenas com sílabas.

Os artistas se declaram bastante felizes com o encontro musical, uma vez que não se conheciam pessoalmente, mas já acompanhavam o trabalho um do outro através das redes sociais, cultivando respeito mútuo à distância. Coincidentemente, o ano de 2017 marca os 30 anos de carreira de Serginho, bem como os 30 anos de idade de Karine. O show desta terça é, na realidade, o ensaio para uma possível parceria musical em um futuro próximo.

Karine Aguiar

Morando parcialmente em São Paulo desde o ano passado, Karine Aguiar se dedica a projetos nacionais e internacionais e a seus estudos de doutorado na Unicamp, onde desenvolve uma pesquisa sobre a Festa da Tapiraiauara da região do Alto Maués-açu. Nos últimos cinco anos, a amazonense vem construindo uma expressiva carreira internacional com seu Jungle Jazz já premiado em Paris e reconhecido por importantes nomes da música brasileira, como o compositor Guinga, que fez participação com uma obra inédita no mais recente disco da artista, intitulado “Organic”. No mês de maio, ela teve uma temporada com ingressos esgotados em um importante festival italiano em Modena, cidade do grande tenor Luciano Pavarotti.

Sérgio Carvalho

“Serginho”, como é reconhecido na cena musical nacional, está há mais de 20 anos morando em São Paulo, onde vem excursionando/gravando com grandes nomes da música brasileira, como Djavan (de quem foi baixista por cerca de 8 anos), O Teatro Mágico, Seu Jorge, Oswaldo Montenegro, Rita Lee, Zélia Duncan, César Camargo Mariano, entre outros. Em 2016, foi premiado no Festival Samsung de Música Instrumental, onde se apresentou com a cantora Vanessa da Mata. Reconhecido e aclamado nacionalmente por seu estilo único no contrabaixo, possui fascínio pela música africana e, recentemente, tem voltado seu interesse à sonoridade da música amazônica.


Com informações de assessoria

Comentários
Mostrar botões
Esconder botões
X