Novos chefs combinam culinária regional e internacional

Foto: Ingrid Anne/Manauscult Cardápio alternativo no Passo a Paço

Uma união de ingredientes amazônicos em pratos italianos. Essa é apenas uma das combinações que os “Novos Chefs” prometem para a quarta edição do Passo a Paço, que este ano será realizado nos dias 12 e 13 e agosto, no Centro Histórico de Manaus, a partir das 16h.

A culinária local amazonense é primordial para a especialista em gastronomia italiana, Cíntia Macedo. Segundo ela, que estudou na Italian Culinary Institute for Foreigners (ICIF), o evento é uma oportunidade de divulgar novos pratos, mas, acima de tudo, de levar ao paladar do público uma culinária tradicional que reúna os ingredientes típicos do Amazonas.

“Eu amo a culinária do Amazonas e, para o Passo a Paço, vamos levar pratos italianos, mas prezo demais pelo que é da nossa terra e, por isso, também vamos oferecer um cardápio bem regional, como o Trio Amazônico, que leva vatapá, arroz com jambu e pirarucu de casaca, mas tudo tradicional, de como era preparado pela minha avó”, contou, ressaltando que é a primeira vez que participa de um evento gastronômico aqui.

A chef contou também que é professora de intercâmbio na área gastronômica e sempre viaja com os alunos por várias regiões do Brasil, para que os mesmos conheçam a culinária brasileira. “Eventos como esses são uma oportunidade de mostrar o sabor da nossa terra, a nossa comida e a nossa cultura em todos os aspectos”, destacou.

Pela segunda vez participando do evento, a chef e professora do curso de gastronomia da Faculdade Fametro, Márcia Regina, falou sobre a relevância social que o evento possui.

“Na primeira edição, eu não vi falhas. Tudo foi muito bom, desde a organização até as vendas. A população realmente aprovou e agora estamos levando os finalistas para terem essa experiência, que é um ganho para todos, alunos e o público em geral”, explicou.

A profissional destacou, ainda, que o evento é uma oportunidade para os alunos colocarem em prática o que é ensinado em sala de aula. “Além de apresentar o que foi adquirido em sala, os alunos terão a oportunidade de divulgar o seu perfil como profissional, já que eles são finalistas do curso e logo não serão mais vistos como estudantes”, disse, destacando que a população vai se surpreender com a fusão entres pratos internacionais com o uso de ingredientes regionais.


Equipe Viva Manaus

Comentários
Mostrar botões
Esconder botões
X