Iniciativa leva obras de arte e graffiti a espaços culturais

Foto: Divulgação/Keila Serruya

Pinturas, desenhos, graffiti, esculturas, performances, videoinstalações e outras obras produzidas por artistas locais vão ocupar centros culturais, galerias e ruas do Centro de Manaus a partir do dia 1º de setembro, sexta-feira. A iniciativa faz parte do Circuito de Artes Visuais, que vai promover uma série de exposições em espaços no Largo de São Sebastião e nas adjacências do Teatro Amazonas, numa realização do Governo do Amazonas, por intermédio da Secretaria de Estado de Cultura. As exibições ficarão em cartaz até o dia 1º de outubro.

Ao todo, o Circuito de Artes Visuais vai reunir trabalhos de 70 artistas locais, de diferentes gerações e adeptos de diferentes linguagens e técnicas. O circuito de exibição inclui a Galeria do Largo e a Casa das Artes, no Largo de São Sebastião; o Centro Cultural Palácio da Justiça, na avenida Eduardo Ribeiro, 901; e o Museu Casa Eduardo Ribeiro, na rua José Clemente, 322.

Os tapumes ao redor na Santa Casa de Misericórdia de Manaus também farão parte da série de mostras, como suporte para os graffiti de artistas urbanos incluídos na seleção.

Além das obras dos artistas participantes da iniciativa, serão exibidas peças do acervo da Pinacoteca do Estado, na forma de reproduções a serem expostas nas áreas externas dos bares e restaurantes localizados no Largo de São Sebastião, e também nas janelas superiores do Centro Cultural Palácio da Justiça. O circuito terá ainda uma programação acadêmica, com duas oficinas de capacitação artística a serem realizadas no Palacete Provincial, na Praça Heliodoro Balbi.

Com essas ações, o Circuito de Artes Visuais busca levar um pouco da produção artística contemporânea no Amazonas ao grande público, transformando uma das regiões mais visitadas da cidade num grande espaço de exibição.

“Os objetivos do Circuito são movimentar, reunir, expor e registrar a produção artística contemporânea em suas diferentes linguagens, por meio do universo de 70 artistas participantes. São nomes de diferentes gerações, cada um produzindo de acordo com sua vertente artística, e juntos integrando um panorama das Artes Visuais produzidas atualmente no Amazonas”, declara Cléia Viana, curadora do Circuito ao lado de Turenko Beça.

Arte e reflexão

Em sua primeira edição, o Circuito de Artes Visuais traz como tema “Representações e possibilidades”, propondo aos artistas participantes uma reflexão sobre questões que atravessam toda a História da Arte e se impõem com ainda mais intensidade no fazer artístico moderno e contemporâneo. Para isso contribui também a abertura da mostra a diferentes linguagens e expressões artísticas, da pintura à performance, da escultura à instalação e à videoarte.

As obras produzidas para o Circuito serão distribuídas nos diversos espaços de exibição da iniciativa. Na Galeria do Largo, serão reunidos os trabalhos de Diego Batista, Hadna Abreu, Iva Tay, Jessé Araujo, Nádja Kristhina, Paulo Trindade, Pito Silva, Polly D’Ávila, Erre Nascimento, Helen Rossy, Manausmacacaco, Eli Bacelar, Mario de Paula, Otoni Mesquita, Óscar Ramos, Roberto Evangelista, Lara Bonadiman, Rodney Marques e Sebastião Alves.

A Casa das Artes vai abrigar as obras de outros 18 nomes: Da Maiia, Denis Maerlant, Felipe Fernandes, Keila Serruya, Pablo Cunha, Rakel Caminha, Samantha Karlia, Tito, Cristovão Coutinho, Francimar Barbosa, Noleto, Eliberto Barroncas, Rui Machado, Zeca Nazaré, Van Pereira, Jair Jacqmont e Alef Vernon.

Os artistas Afrânio Santos, Bárbara Teófilo, Cinthia Louzada, Kerolaine Kemblin, Marcelo Ramos, Monik Ventilari, Sávio Stoco, Valter Mesquita, Buy Chaves, José Stenio, Nelson Falcão, Priscila Pinto, Eva Lopes, Fernando Junior, Homero Amazonas, Marius Bell, Rosa dos Anjos, Turenko Beça, Sergio Cardoso, Jandr Reis e Johnny Castro, por sua vez, terão suas obras reunidas nos salões do Palácio da Justiça.

Já os tapumes da Santa Casa de Misericórdia servirão de galeria aberta para os artistas urbanos convidados da iniciativa: Alessandro Hipz, Debora Erê, Emerson Soft, Flavio Tial, Jarbas Lobão, Marcos Sonek, Raiz Campos, Rogério Arab, Thaizis Isy e Valney Choke.

As obras expostas estarão também à disposição para serem comercializadas, possibilitando reverter dividendos para os artistas, e após o término da exposição serão devolvidas para suas origens.

O Largo de São Sebastião será palco para as criações em performance, com apresentações sempre a partir das 17h, de quinta-feira a domingo, dentro do período de realização do Circuito. Nas quintas e sextas-feiras, na área em frente à Banca do Largo, o público confere “Você vai se f… de verde amarelo. Arte inabilitada: carta de anuência/carta de aceite”, trabalho do artista Francisco Rider. Aos sábados e domingos, Caroene e Fabiano Barros apresentam performance conjunta no local.

Formação

Na agenda do Circuito de Artes Visuais estão duas oficinas de capacitação artística, tendo à frente figuras renomadas do circuito artístico contemporâneo nacional. A primeira delas acontece de 14 a 16 de setembro, com o tema “Arte contemporânea e as transformações do sistema da arte: Novos modelos de negócios”. Quem comanda a formação é Baixo Ribeiro, curador e proprietário da Galeria Choque Cultural (SP) ao lado de Eduardo Saretta e Mariana Martins.

De 28 a 30 de setembro, no mesmo horário, é a vez da oficina “Stencil Graffiti”, trazendo como oficineiro Daniel Melim. Referência no território da street art, o artista de São Bernardo do Campo (SP) já realizou suas intervenções visuais em cidades do Brasil e do exterior, tendo ainda obras reunidas em elogiadas exposições e em acervos como o da Pinacoteca do Estado de São Paulo.

As atividades de formação acontecem no Palacete Provincial, sempre no horário das 14h às 16h.

Serviço

O quê: Circuito de Artes Visuais – Circuito de exposições no Largo de São Sebastião e adjacências do Teatro Amazonas
Onde: Galeria do Largo e Casa das Artes, no Largo de São Sebastião; Centro Cultural Palácio da Justiça, na avenida Eduardo Ribeiro, 901; e Museu Casa Eduardo Ribeiro, na rua José Clemente, 322, Centro
Quando: De 1º de setembro a 1º de outubro
Quanto: Gratuito


Com informações da assessoria

Comentários
Mostrar botões
Esconder botões
X