Versão de musical da Broadway estreia em Manaus

Foto: Divulgação

Em tempos nos quais distopias como “O Conto da Aia” (Hulu, 2017) parecem assustadoramente próximas da realidade, o musical distópico “Urinal” entrará em temporada em Manaus. O espetáculo é o primeiro musical da Broadway feito na cidade por uma equipe completamente amazonense, composta por 16 atores, além do diretor Matheus Sabbá, o coreógrafo Eduardo Klismann e a produtora Maria Paula Santos, e cenografia da Apolo Produções.

A trama de Urinal é centrada na população de uma cidade em crise hídrica há 20 anos, por causa de uma escassez de chuvas. O fluxo nos banheiros da cidade, todos públicos, é controlado pela Companhia da Boa Urina (CBU), que cobra por seu uso. Os habitantes que não cumprirem as regras são mandados para uma colônia, o Urinal, que ninguém sabe ao certo o que é. Bonitão, um jovem revoltado com as taxas abusivas, lidera um movimento para enfrentar o administrador da CBU e ameaça uma enorme rede de interesses.

Segundo a equipe do espetáculo, que assume influência de Bertold Brecht, a montagem busca mostrar que a urina é uma metáfora para as mais variadas opressões pelas quais a população já passa. “O grande intuito é transpor o público ao universo que Urinal nos dá. Espero que eles se deliciem com a grande ironia que é Urinal dentro e fora dos palcos”, comenta Eduardo Klismann, coreógrafo do espetáculo.

A montagem do musical é resultado do trabalho de conclusão de graduação em Teatro na Universidade do Estado do Amazonas (UEA) feito pelo diretor Matheus Sabbá. “Sempre quis trabalhar com teatro musical, e trabalhar justamente com a mensagem de Urinal de que não podemos simplesmente aceitar as coisas na sociedade do jeito que vivemos”, afirma Sabbá.

O espetáculo será apresentado dia 8 de dezembro, às 20h, no Teatro Amazonas. A entrada é gratuita.


Via Mapingua Nerd

Comentários
Mostrar botões
Esconder botões
X