Espetáculo ‘Quarto Azul’ volta ao Teatro da Instalação

Foto: Divulgação/Quarto Azul Espetáculo "Quarto Azul"

Há um ano, o Grupo Jurubebas de Teatro estreava o espetáculo juvenil “Quarto Azul”, que acompanhava um casal no começo de sua relação. Neste fim de semana, a peça volta em cartaz, agora contando uma nova história, na sua versão “Crush”. As apresentação acontecem nos próximos sábados, dias 9 e 16 de junho, sempre às 19h, no Teatro da Instalação, Centro. Os ingressos custam R$ 10 (valor único).

No espetáculo, escrito por Felipe Maya Jatobá e Kirk Thiago Pedroso, um secretário de escritório e um artista independente se propõem a viver uma nova história de amor, após o fim de um relacionamento. O romance é apresentado de forma cômica, mas também traz questões a serem discutidas, como a diferença de idade entre os personagens e a homofobia. Repleto de problematizações sociais, a peça leva o espectador a se identificar com o começo, o encontro e o sentimento entre os personagens Sebastian e Luiz.

Interpretado pelo ator Marcos Santini, Sebastian tem 18 anos e se apaixona por Luiz, vivido por Felipe Maya, que tem 32. A diferença entre os protagonistas vai além, seguindo a filosofia dos amores líquidos desenvolvidos por Zygmunt Bauman, as épocas em que eles foram criados os permitem enxergar essa conexão como troca de conhecimentos e experiência de vida.

Marcos considera o espetáculo importante para entendermos o sentimento em que se baseia a criação. A relação direta com os dramaturgos e o diretor fizeram com que sua criação se aproximasse da história verdadeira, que agora ganha novos ares e novas propostas. Felipe, que assina a dramaturgia e também a direção, é seis anos mais velho que seu parceiro de cena e isso o ajudou a entender como a geração 2000 pensa uma relação a dois e até o poliamor.

“Zygmunt Bauman aplica o conceito da vida líquida à sociedade, onde, segundo essa teoria, nada é feito para durar. O avanço tecnológico permitiu um distanciamento maior entre as relações humanas do século atual e as conexões sentimentais fazem parte desse novo modelo de sociedade”, afirmou.

Yago Reis compôs a trilha original do espetáculo, acompanhando o processo desde o início, e traduziu em forma musical a história de uma relação com seus altos e baixos. Qual a forma de enxergar um relacionamento em tempos líquidos e de emoções efêmeras? A peça interativa propõe que o público contribua para a narrativa e, com bom humor e nostalgia, procura fazer com que todos se identifiquem com as histórias do primeiro beijo, o primeiro encontro, a primeira discussão, a primeira relação sexual e as consequências de um amor quase proibido.

Após um ano e com duas temporadas na bagagem, “Quarto Azul” se renova na estética e no discurso. André Angeli assina a assistência de direção e, para a nova adaptação, considera o amadurecimento do Grupo Jurubebas como peça fundamental para esse novo formato.

Serviço

O quê: Espetáculo “Quarto Azul”
Quando: 9 e 16/6, às 19h
Onde: Teatro da Instalação – Rua Frei José dos Inocentes, s/n, Centro
Quanto: R$ 10 (por pessoa)


Equipe Viva Manaus (com informações de assessoria)

Deixe uma resposta

X