Tudo o que você precisa saber para viajar de Manaus a Parintins

Foto: Ingrid Anne/Manauscult Manaus, 28/06/2018. Embarcações saindo da Manaus Moderna rumo ao Festival de Parintins. Foto: Ingrid Anne/Manauscult

Todos os anos, no último fim de semana de junho, a magia da disputa entre os bumbás Garantido e Caprichoso acontece em Parintins, cidade no interior do Amazonas, a cerca de 369 quilômetros de Manaus. Sempre atraindo milhares de turistas à cidade, o Festival Folclórico de Parintins já se consolidou como uma das maiores festas populares do Brasil.

A capital amazonense é a porta de entrada para quem quiser celebrar o festival na chamada “Ilha Tupinambarana”, e, mesmo com a fama do evento, algumas pessoas ainda têm dificuldade em saber como chegar à ilha. Por isso, preparamos esse guia especial de como viajar de Manaus para Parintins.

O trajeto é feito por dois principais meios: fluvial, através de barcos ou lanchas, e aéreo. Quanto antes você garantir suas passagens, mais econômico vai sair a viagem.

Este ano, o Festival acontece de 29 de junho a 1º de julho, e muitas das passagens já estão esgotadas, mas, para quem deixou para garantir sua vaga na última hora, nem tudo está perdido: ainda tem como chegar a Parintins e curtir a festa!

Barcos

Entre embarcações maiores e menores, shows ao vivo já são uma atração a mais pra começar a festa no próprio percurso até Parintins. (Foto: Ingrid Anne/Manauscult)

O trajeto de barco de Manaus a Parintins é o mais barato, mas também o mais longo: a viagem dura entre 16 e 18 horas percorrendo o rio Amazonas. As passagens variam entre R$ 80 a R$ 100 por trecho, tanto na ida quanto na volta. O valor inclui também as refeições, e algumas embarcações são equipadas com ar-condicionado.

A maioria dos barcos sai da capital até a sexta-feira, 29, para chegar no sábado, a tempo da segunda noite de festival. O retorno acontece geralmente nos dias 2, 3 e 4 de julho. Ou seja, quem quiser acompanhar ainda a apuração do Festival, que acontece no dia 2, ainda consegue sair tranquilamente de Parintins no dia seguinte.

Lanchas

Os “ajatos” já saem de Manaus inclusive a caráter. Vermelho ou azul, qual o seu lado? (Foto: Ingrid Anne/Manauscult)

A outra opção fluvial é mais rápida e também mais cara: as lanchas, popularmente conhecidas na região como “ajatos”, levam de 8 a 10 horas para chegar a Parintins. Em compensação, as passagens podem variar entre R$ 180 a R$ 300. Para quem vai fazer a viagem de última hora, as últimas vagas estão sendo vendidas a uma média de R$ 250.

Há diferentes modelos de “ajatos” para fazer o trajeto, entre maiores e menores, com poltronas reclináveis ou não, mais ou menos confortáveis. Logo, vale a pena fazer aquela pesquisa rápida de custo-benefício antes de garantir sua passagem.

O que levar? Como ir?

Caprichoso e Garantido até nas bandeiras: dica para se encontrar na Manaus Moderna quando for atrás da sua embarcação. (Foto: Ingrid Anne/Manauscult)

Tanto os barcos quanto os “ajatos” saem do Porto da Manaus Moderna, no Centro de Manaus, próximo ao Mercado Municipal Adolpho Lisboa. Na própria orla do Porto, é possível garantir as passagens em uma das várias barracas distribuídas ao longo da calçada. Não é difícil encontrar o local de embarque: uma bandeira azul e uma vermelha estão sinalizando a balsa de onde saem as embarcações.

Opções de vendedores é o que não falta para garantir sua passagem; é só escolher o seu. (Foto: Ingrid Anne/Manauscult)

Descendo para a balsa amarela, de onde a maioria dos barcos e lanchas saem, também é possível comprar a passagem diretamente nas próprias embarcações, e já tirar qualquer dúvida no veículo escolhido com os proprietários e responsáveis.

Não sabe o que levar? Uma mochila grande ou uma mala pequena é o suficiente para o fim de semana de festival, e também para se ficar de olho durante a viagem. Para quem nunca viajou de barco, vale lembrar: o trajeto é feito em redes levadas pelos próprios passageiros, então é bom não esquecer da sua. Alguns barcos oferecem também camarotes com camas tipo beliche, mas os valores podem alcançar até mais que R$ 1 mil.

Quem ainda não viajou de barco, não sabe o que é estar “conectado” em “redes” – não bem essas redes que você imaginava… (Foto: Ingrid Anne/Manauscult)

Embora seja importante levar sua rede, pode ser que você não descanse tanto assim: em muitos dos barcos a festa rumo a Parintins já começa assim que a tripulação desatraca do Porto, com DJs e artistas da cena do boi-bumbá comandando shows a bordo dos próprios barcos durante a viagem. Além disso, as paisagens no percurso do rio completam o pacote de peso da experiência amazônica rumo ao Festival de Parintins.

Não sabe como chegar no Porto? Então aproveita também essa dica: a Uber está oferecendo descontos para os manauaras que precisarem chegar ao Porto e partir para o Festival. Além disso, o aplicativo Táxi Manaus, da Prefeitura, também garante preços fixos e populares para fazer o trajeto.

E de avião?

A opção mais rápida de todas é também, claro, a mais cara. A viagem de Manaus a Parintins de avião dura de 50 minutos a 1h30, e é, portanto, a escolha mais prática para quem quiser chegar em cima da hora, no segundo ou no terceiro dia de festival.

A praticidade, porém, tem seu preço: para quem não comprou antecipadamente, os preços ficam mais salgados quanto mais próxima fica a data do festival.

As duas principais empresas para se garantir a passagem são a Map Linhas Aéreas, na qual é possível comprar e consultar os preços online, e a Amazon Best, responsável oficial pela venda dos ingressos do festival, e que oferece pacotes de viagem em parceria com a Gol Linhas Aéreas.

Na Map Linhas Aéreas, quem quiser comprar ainda consegue sair de Manaus no dia 30, com passagens a partir de R$ 661,17, e no dia 1º, para a última noite, com valores entre R$ 141,17 e R$ 199,90 – mais barato, mas você quer mesmo assistir só a última noite da festa? As passagens de ida para o dia 29 já estão esgotadas. A Map também vai oferecer voos de ida e volta no mesmo dia durante o festival, para quem não pode se prolongar na festa.

Já para o trajeto de volta, não há muito para onde correr em termos de economia: para o retorno a Manaus entre os dias 1 e 4 de julho, todas as passagens estão entre R$ 644,90 e R$ 1.004,90.

Os custos também são parecidos para a Amazon Best, com valores que variam entre R$ 199 e R$ 733 – o que se economiza na partida se gasta na volta, ou vice-versa.

Segundo o diretor de eventos da empresa, Diego Oliveira, o diferencial da companhia este ano será atender justamente quem não se preparou com antecedência. “Vamos atender aquelas pessoas que decidem ir para o festival de última hora. A partir desta sexta-feira (29), teremos uma equipe no aeroporto a postos para vender as passagens para estes clientes. Só precisam levar a mala que a ida para Parintins estará assegurada”, afirmou.

Embora alguns voos já estejam esgotados, os interessados ainda podem entrar em contato com a empresa pelos telefones (92) 3584-2144 ou 3584-2299 e garantir sua passagem antes que seja tarde demais. O site oficial do festival oferece uma tabela de preços, mas é necessário verificar a disponibilidade dos voos.

Já outras agências de turismo locais, como a Tucunaré Turismo e Paradise Turismo, também oferecem pacotes que incluem passagem de avião, ingressos para o festival e hospedagem em Parintins para quem quiser curtir o Festival, mas os valores devem ser consultados com antecedência, uma vez que os pacotes se esgotam rapidamente.

E os ingressos?

Você não vai fazer todo esse percurso e esquecer dos ingressos, não é? Este ano, os ingressos do Festival de Parintins são vendidos pela Amazon Best, operadora oficial do evento. A tabela oficial você confere aqui, com valores que vão de R$ 190 a R$ 350 por noite e passaportes para as três noites que vão de R$ 600 a R$ 1.050.

É necessário verificar a disponibilidade dos ingressos, que só estão sendo vendidos agora na unidade da Amazon Best em Parintins, na Rua Vieira Júnior, 754, Centro. Na noite desta quinta-feira, 28/6, a empresa anunciou em suas redes sociais que a venda em Manaus já se encontra encerrada.

Ficou alguma dúvida no ar? Deixa nos comentários!

(atualizado com novas informações sobre ingressos e voos da Map em 28/06, às 22h)


Gabriel Oliveira
Especial para Viva Manaus

Deixe uma resposta

X