Mostra Sesc de Música Canção da Mata chega à 11ª edição

Foto: Divulgação/Sesc AM Mostra Sesc de Música Canção da Mata

O Teatro Amazonas será palco para a diversidade artística e musical da 11ª edição da Mostra Sesc de Música Canção da Mata, nos próximos dias 16 e 17 de julho, a partir das 20h. O projeto estimula a produção musical regional contemplando grupos, bandas e solistas atuantes na capital e no Amazonas. As apresentações trarão uma playlist de música diversificada, com pop, rock, música instrumental, hip-hop, música regional e música indígena. No total, o evento será composto por dez apresentações musicais. A entrada é gratuita e a faixa etária livre.

O violinista e compositor Robert Ruan fala da sua expectativa para o evento. “É muito bonito ver a valorização do artista local, sobretudo com seu próprio trabalho autoral, e o evento nos dá esse privilégio. O Canção da Mata 2018 promete encontros e momentos incríveis na exuberância do Teatro Amazonas”, explicou.

O guitarrista, compositor e cantor Lucas Passos comentou que o projeto traz inovação ao cenário artístico local. “Acredito que estamos vivenciando o início de um novo momento da música e da arte no Amazonas. Além de novas produções musicais que estão surgindo, o povo amazonense está se familiarizando com a música e os artistas do norte, situação que sempre foi instável. Esse evento é mais uma oportunidade para admirarmos de perto o nosso público e fazê-los acreditar ainda mais na arte do Norte”, disse.

A técnica superior em Música do Sesc Amazonas, Izis Andrade, fala sobre a seleção e objetivo do evento. “A forma de seleção dos grupos foi através de um processo de credenciamento. Todos os grupos, sejam eles os indicados para se inscrever ou convidados, passam pela seleção de curadoria, realizada pela equipe técnica e professores de música, com o objetivo de selecionar os grupos que estejam de acordo com o fundamento do projeto, que é o de mapear e fomentar a música autoral do estado. Para este ano, a expectativa é inclusive aproveitar este mapeamento de distintos grupos como forma de projeção e incentivo a esses artistas com o olhar nos próximos projetos de circulação a nível nacional e Amazônia Legal”, relatou.

O projeto teve início em 1980, com o nome de Festival de Música do Comerciário. Essa atividade do Sesc foi despertando na classe artística o interesse pela produção musical e a população começou a valorizar a música feita no Amazonas. No ano de 2007, o projeto passou a fazer parte da rede Sesc de música, passando a se chamar Mostra de Música Canção da Mata.

Programação

Dia 16 de julho

  • Companhia de Dança Encontro das Águas – Espetáculo “Cheiro do Nordeste”
  • Grupo Myrá Yiá
  • Orquídea Negra
  • Banda Gramophone
  • Çapó
  • Luneta Mágica

Dia 17 de julho

  • Robert Ruan
  • Lucas Passos
  • Byroniana 17:22
  • Chorimbó Contemporâneo
  • LaryGo & Strella
  • Companhia de Dança Encontro das Águas – Espetáculo “Cheiro do Nordeste”

Com informações de assessoria

Deixe uma resposta

X