Passo a Paço se consolida como Festival de Artes Integradas da Amazônia

Foto: Alex Pazuello/Semcom Lançamento da programação do Passo a Paço 2018

Em sua quinta edição, o projeto de ocupação artística do Centro Histórico de Manaus, Passo a Paço, se consolida como o Festival de Artes Integradas da Amazônia, promovendo o encontro de variadas expressões e linguagens artístico-culturais, nacionais e locais, no berço histórico da capital amazonense. A programação foi lançada pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e pelo diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula, nesta terça-feira, 7/8, no Les Artistes Café Teatro, no Centro da capital.

A edição 2018 acontece nos dias 1º e 2 de setembro, com shows de Elza Soares, Projota, O Grande Encontro (Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo), Iza e Tropkillaz, no cenário musical. O ator Caio Blat também marcará presença com o espetáculo “Grande Sertão: Veredas”, adaptação do texto de Guimarães Rosa, no Café Teatro, além de presença da chef Bela Gil e apresentações de mais de 25 artistas locais.

“O Passo a Paço é uma conquista dos artistas, do público e de toda a cidade de Manaus. Quero que esse evento faça parte do calendário cultural brasileiro, que vire uma data importante nas festividades nacionais. E isso vai acontecer, tenho certeza, pode não ser no meu tempo, mas o Passo a Paço caminha para ser tornar uma referência cultural para o Brasil”, disse o prefeito, acompanhado da primeira-dama Elisabeth Valeiko, ao destacar a importância do evento, como marco de ocupação do Centro Histórico de Manaus ao longo dos dois mil dias de sua gestão.

A programação da Prefeitura de Manaus para promover a ressignificação da região central da cidade por meio das artes integradas aliadas à gastronomia contemporânea regional, desbrava uma nova fronteira com a abertura da Plataforma Malcher, área situada dentro do Porto de Manaus, às margens do rio Negro, para a ocupação artístico-cultural, trazendo novas vivências e experiências ao público.

Em 2017, a Praça dos Ingleses, localizada também dentro da área portuária, foi palco de apresentações locais e nacionais, permitindo a visitação do público ao local, depois de mais de uma década de fechamento. Segundo o diretor-presidente da Manauscult, o Passo a Paço, que hoje integra o calendário cultural da cidade de Manaus, é mais que um encontro das artes, cultura e gastronomia e representa o resgate do Centro Histórico da cidade.

“Esse cenário, que já foi palco da vida cultural da cidade, de grandes decisões da sociedade, que abriga boa parte do patrimônio histórico, volta a ter essa representatividade para nossa identidade cultural. E, este ano, trazemos várias novidades. Uma delas é que conseguimos fincar os pés no porto da cidade. Somos manauaras, temos uma relação com o rio e, agora, ocuparemos o trecho onde era o terminal de cargas, às margens do rio Negro”, destacou Bernardo Monteiro.

07.08.18 Passo a Paço 2018

Prata da casa

Artistas como Márcia Novo, Marcelo Nakamura, Lorenzo Fortes, Luso Neto e Victor Xamã serão algumas das atrações regionais no evento, bem como Lucinha Cabral, Paulo Onça, Bel Martine e Joelma Klaudia.

“Eu vou fazer um show com dançarinos e muita performance. Vou misturar o repertório com alguns singles novos e o som do beiradão, que foi meu último trabalho. Será bem eclético e dançante, com os clássicos que também não podem faltar”, adiantou Márcia Novo. 

Compõem ainda a line-up do evento os grupos Carrapicho, República Popular, Aracema, Persepton, Escândalo Fônico, Alaídenegão, Trio Remanso, Nossa Música e Roda com Elas, com Lucilene Castro, Cinara Nery, Fátima Silva e Márcia Siqueira, além das bandas Redphone e Luneta Mágica.

Seleção de chefs

Um dos carros-chefe do Passo a Paço, a feira gastronômica está com edital aberto para inscrição. Cozinheiros e chefs de restaurantes, food bikes e food trucks que desejarem participar do Passo a Paço 2018 podem concorrer ao Edital Nº 08/2018, lançado pela Manauscult. O edital foi publicado na edição 4.411, do Diário Oficial do Município (DOM), e também pode ser acessado aqui no site. As inscrições poderão ser feitas até o dia 9/8.

Chef do Fast Temaki, Xande Loureiro concorrerá ao edital e, caso habilitado, deverá participar pela quinta vez do festival. “Eu participo desde a primeira edição e é uma grande satisfação. Primeiro, porque fui criado no Centro de Manaus. Segundo, porque eu gosto muito de trabalhar dessa maneira, nas feiras e no Centro de Manaus, que precisa dessa visibilidade”, comentou.


Equipe Viva Manaus (com colaboração de Steffanie Schmidt, Mônica Figueiredo, Milena Soares e Jéssica Rebello)

Deixe uma resposta

X