Público é contagiado com intervenções multiculturais no 1º dia do Passo a Paço

Foto: Ingrid Anne/Manauscult Roda com Elas - Elas Cantam Samba no Passo a Paço 2018 - Foto_ Ingrid Anne_Manauscult

Cores, ritmos e sabores contagiam a primeira noite do Passo a Paço, neste sábado, 1/9. O evento, promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), se apresenta como o consolidado Festival de Artes Integradas da Amazônia e conta com um público diversificado com vontade de desbravar as novas fronteiras do Centro Histórico da cidade.

O Grupo Aracema iniciou a programação do palco Coreto, às 16h, e encantou a população com um repertório recheado de clássicos de trilhas sonoras do cinema, seguidos da cantora Lucinha Cabral e do rock brasileiro de Luso Neto. “É uma grande oportunidade para as pessoas conhecerem a cultura popular de Manaus”, disse a estudante Gabriele Cavalcante, 21, que prestigiou o evento pela primeira vez e enfatizou estar encantada com a programação.

Foto: Karla Vieira/Manaus Solidária

Além dos shows, o festival também trouxe mais uma vez sua tradicional feira gastronômica para o entorno do Paço da Liberdade e Praça Dom Pedro II. Nesta edição, a chef convidada foi Bela Gil, que trouxe sua receita para uma das barracas e teve recepção “calorosa”, como ela mesma afirma, do público presente e interagiu com todas as barracas dos chefs.

“Eu adoro Manaus e a Amazônia. Já vim diversas vezes e já explorei o rio Negro. Além disso, eu amo a cultura manauara e, para mim, é um prazer estar aqui. Esse festival é incrível, lindo e multicultural, com atrações singulares que eu mesma estou louca para assistir. Fiz duas receitas populares da região. A primeira é o ‘xibé’, que é bem conhecido aqui. A segunda é um biscoito de castanha-do-Pará com geleia de cupuaçu. As duas receitas são veganas, mas eu acredito que, por mais conhecidas que sejam, têm um toque diferente e vale a pena degustar”, comentou a chef, que também deverá participar do segundo dia de evento neste domingo, 2/9.

Além de Bela, 35 chefs apresentaram suas criações gastronômicas ao público na feira do Paso a Paço, entre chefs consolidados, novos chefs e alunos das faculdades de Gastronomia de Manaus.

“As vendas sempre são ótimas em todas as edições do Passo a Paço. Em 2017, a folha vitória-régia foi incluída no meu cardápio e, nesta edição, estamos oferecendo o prato principal yakisoba com vitória-régia”, destacou o chef Hiroya Takano, no comando da barraca do restaurante Shin Suzuran.

Plataforma Malcher

Foto: Ingrid Anne/Manauscult

Ao som de grandes sucessos do samba brasileiro, o Roda com Elas embalou a dança do público presente. Com o samba no pé, o casal, André e Cristina Santos falou sobre a primeira atração do palco. “Adoramos roda de samba e esse ritmo, os clássicos que fazem a gente dançar, é inevitável. Acho que festivais assim deveriam acontecer mais vezes na nossa cidade! Tá lindo e muito bem organizado”, comentaram.

Abrindo as apresentações do palco Plataforma Malcher, as artistas do Roda com Elas – Elas Cantam Samba, Lucilene Castro, Fátima Silva, Cinara Nery e Márcia Siqueira, se emocionaram com a interação do público durante o show.

“O show foi surpreendente. Nós chegamos cedo para passar o som e realmente o público começou a chegar e é muito emocionante e gratificante receber esse retorno. Já participamos de outras edições do Passo a Paço, mas pela primeira vez estamos subindo no palco principal”, pontuou a cantora Cinara Nery.

Praça dos Ingleses

Foto: Fabrinne Guimarães

No palco Praça dos Ingleses, o artista Marcelo Nakamura trouxe toda a regionalidade amazonense para o primeiro dia de evento. Com seu estilo denominado de “psycho bagaceira”, ele animou o público com canções populares.

Já com um estilo pop rock, esta é a segunda vez que a banda República Popular participou do Passo a Paço, levando ao evento um repertório com músicas conhecidas. Em seguida, apresentou canções do seu novo disco ‘Húmus’, que será lançado ainda em 2018.

O trio de amigos formado pela designer Ana Souza, 24, e os arquitetos Diego Araujo, 26, e Endy Ramos, 24, estão participando pela segunda vez do evento e vieram prestigiar as atrações especiais do palco. “Nós ficamos sabendo do festival por meio do Facebook e estamos gostando bastante desta edição, tem muita música boa” disse Ana.


Equipe Viva Manaus

Deixe uma resposta

X