Biblioteca João Bosco Pantoja Evangelista

 

Foto: Ingrid Anne/Manauscult

 

A Biblioteca Municipal João Bosco Pantoja Evangelista funciona atualmente em frente ao Largo de São Sebastião. Possui um acervo de aproximadamente 4 mil títulos dentre livros de temáticas amazônicas, didáticos, acadêmicos, lúdicos, pedagógicos, braile e áudio livro (material de inclusão).

A Biblioteca Municipal João Bosco Pantoja Evangelista foi criada pela Lei nº 971, de 02 de janeiro de 1967 e inaugurada em 12 de março de 1975, conforme decreto nº 27/1975. Teve sua primeira sede na Av. Joaquim Nabuco.  

Endereço: Rua Costa Azevedo, 216 – Centro

Telefone: (92) 3215-4615

Funcionamento: Segunda a sexta, das 08h às 17h

 


Biblioteca Pública do Estado

 

Foto: Ingrid Anne/Manauscult

 

A Biblioteca Pública do Amazonas foi inaugurada no dia 19 de março de 1871, às 11 horas da manhã, em solenidade presidida pelo Presidente da Província, José de Miranda da Silva Reis.

Na época, tinha um acervo de 1.200 livros e funcionava na Travessa da Imperatriz, num velho sobrado no qual funcionava o Liceu (atual Colégio D. Pedro II), sob a coordenação de Gustavo Adolfo Ramos Ferreira. O Ex-Presidente da Província, Gustavo Adolfo atuava como deputado estadual e político da criação da Biblioteca.

Em 25 de março de 1883, na administração do Presidente José Paranaguá inaugurou-se a Biblioteca Pública Provincial que ficou sob a responsabilidade do Sr. Lourenço Pessoa. Foi instalada na ala oriental do Consistório da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

Na época, contabilizava em seu acervo cerca de cinco mil volumes. Ali ficou até 1888, quando foi transferida para o prédio do Liceu.

No Governo de Fileto Pires, a Biblioteca foi anexada à Diretoria de Estatística. Constituiu-se, então, a Repartição de Estatística, Arquivo Público e Biblioteca, instalada em 1898 na Rua Progresso (atual Monsenhor Coutinho), para o qual se transferiu o acervo bibliográfico já bastante desfalcado e maltratado.

Na velha sala da esquecida Rua do Progresso, a Biblioteca atravessou todo o governo de Silvério Nery (1900-1904) e chegou até o de seu sucessor, Antônio Constantino Nery, quando foi finalmente transferida para outro endereço: a casa da Avenida Eduardo Ribeiro que hoje tem o número 453.

Coube ao Governador Antônio Constantino Nery, a missão histórica de construir o belíssimo edifício da Biblioteca Pública do Estado do Amazonas, onde está atualmente, localizado na Rua do Barroso, entre a Rua Municipal (atual Sete de Setembro) e Henrique Martins.

Mas somente em 5 de setembro de 1910 no Governo de Antônio Clemente Ribeiro Bittencourt, a Biblioteca foi reinaugurada em sua sede, ocupando o salão térreo da sala sul (Sete de Setembro) sob a direção de Bento de Figueiredo Tenreiro Aranha.

Destruída parcialmente por um incêndio na madrugada do dia 22 de agosto de 1945, no qual perdeu todo seu acervo, com exceção de algumas obras que se encontravam em exposição fora do prédio, a Biblioteca Pública só reabriu no dia 21 de abril de 1947, sob a administração do Governador Leopoldo Amorim da Silva Neves. Foi Tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual – Decreto nº 11033-12/04/1988.

Endereço: Rua Barroso, 57 – Centro

Telefone: (92) 3637-6660

Funcionamento: Segunda a sexta, das 08h às 17h