O Passo a Paço, projeto de ocupação cultural do Centro  Histórico de Manaus, surgiu a partir da iniciativa de dar ressignificação a essa região da cidade atraindo população, comerciantes, organizações e turistas por meio de um festival de artes integradas em todas as suas formas de expressão. O surgimento de novos eventos, inclusive da iniciativa privada, novos estabelecimentos comerciais e o aumento do número de visitantes do Paço da Liberdade, futuro Museu da Cidade, são frutos que refletem os primeiros resultados dessa política.

Reaberto em 2013 após adequações para visitação pública, o Paço da Liberdade, prédio histórico de 1972, recebeu 80 mil visitantes nos últimos quatro anos. Os picos de visitação ao local que abriga exposições permanentes e temporárias como o conjunto de quadros doados à Prefeitura de Manaus pelo poeta Thiago de Melo, aconteceram durante a realização do Passo a Paço, quando o Centro Histórico respira cultura e arte e quando as famílias manauaras efetivamente desfrutam da história no Centro da cidade.

O Passo a Paço teve quatro edições realizadas no entorno do Paço da Liberdade, que levaram mais de 146 mil pessoas às ruas onde a cidade começou. Em sua última edição, o projeto de ocupação cultural do Centro Histórico da cidade desbravou territórios maiores, ocupando a Travessa Vivaldo Lima, dentro da área portuária de Manaus, uma região que estava fechada há mais de dez anos para a visitação.

Em 2016, pela primeira vez a Prefeitura de Manaus realizou um evento natalino, o Natal no Paço, no Centro Histórico de Manaus tendo o Paço da Liberdade como palco para apresentações de corais e personagens característicos do Natal, ocupando a Praça Dom Pedro II e toda esta região que aos poucos vai sendo ressignificada num trabalho contínuo da Prefeitura de Manaus que encontra apoio nos manauaras e visitantes.

Mais fotos em: http://bit.ly/2v9XPCA