Inspirado em musical da Broadway, ‘O Rei Leão’ chega ao Teatro Amazonas

Foto: Divulgação/JM Jazz Studio de Dança O Rei Leão - JM Jazz Studio

Enquanto a nova versão cinematográfica não chega, um dos maiores clássicos infantis chega a Manaus em sua versão teatral: nos dias 1 e 2/3, o Teatro Amazonas recebe o espetáculo “O Rei Leão”, protagonizado pela companhia de dança JM Jazz Studio, de Roraima. Os ingressos já estão disponíveis no site de vendas da Alô Ingressos e na bilheteria do teatro.

O espetáculo une cenas da animação da Disney com o musical da Broadway, que está em cartaz em Nova Iorque desde julho de 1997. Ao todo, sobem ao palco 55 bailarinos roraimenses. As coreografias são dirigidas pelo professor, bailarino e coreógrafo Joandson Marques.

O musical, dividido em dois atos, narra a história de Simba, príncipe dos leões africanos e herdeiro do trono que, depois de ter o pai assassinado pelo próprio tio, Scar, é forçado ao exílio, por acreditar ser o responsável pela morte do pai, o rei Mufasa. Longe da família, ele conhece Timão e Pumba, que lhe ensinam a filosofia de vida “Hakuna Matata”. Enquanto cresce na floresta, Simba percebe que precisa regressar, recuperar o trono e se tornar rei.

O espetáculo é indicado para toda a família e tem duração de duas horas. Em Manaus, o musical será apresentado em três sessões: no dia 1/3, às 20h, e no dia 2/3, às 16h e às 20h. As entradas, no valor de R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia), já estão à venda nos postos da Alô Ingressos, nos shoppings Amazonas e Manauara, ou pelo site oficial. Os ingressos também estão disponíveis na bilheteria do Teatro Amazonas.

O Rei Leão

O filme lançado em 1994 é baseado em partes da obra “Hamlet”, de William Shakeaspeare, e fala sobre o ciclo da vida, trazendo lições e mensagens que ultrapassam gerações. A nova versão em animação digital de “O Rei Leão” será a terceira produção da Disney a ir para os cinemas em 2019, apóso “Dumbo” de Tim Burton, em março, e “Aladdin”, de Guy Ritchie, em maio.

JM Jazz Studio de Dança

Criada há oito anos, a JM Jazz Studio é um espaço de dança e terapias corporais comprometido em transmitir caminhos de iniciação aos conceitos e práticas da arte, além de bem-estar e qualidade de vida através do movimento, seguindo não apenas as características em recreação e lazer, mas no auxílio ao desenvolvimento social, motor, intelectual e lúdico.

A companhia de dança já é conhecida por encenar clássicos infantis. Em setembro, eles apresentaram o musical “Malévola”, baseado no conto “A Bela Adormecida”, de Charles Perrault.


Com informações de assessoria

X