Espetáculo do AM participa de festival de teatro em Minas Gerais

Foto: Divulgação

Selecionado para participar do 3º Festival Nacional de Teatro de Passos, em Minas Gerais, onde representará o Amazonas, o espetáculo de teatro de rua “O Palhaço de La Mancha”, da Cacompanhia de Artes Cênicas, será apresentado como parte das comemorações dos dois anos de atuação do grupo, nesta quinta-feira (11), às 17h, no Largo de São Sebastião, no Centro de Manaus. A apresentação é gratuita.

“O Palhaço de La Mancha” tem a direção assinada por Jhon Weiner. O elenco conta com Jean Palladino, que colaborou com a dramaturgia, e os atores Klindson Cruz, Fernanda Seixas e Yago Reis.

Nesta sexta-feira (12), às 19h, no Centro Cultural Usina Chaminé (na Avenida Lourenço da Silva Braga, s/nº, Centro), a Companhia realiza a segunda edição do Caconvida, evento que reúne pesquisadores da arte clownesca.

A mostra contará com o espetáculo “Balões”. No universo do palhaço Caco, entre objetos domésticos e roupas, o palhaço vivencia histórias e situações na fronteira entre poesia e comicidade. Quantos balões são necessários para voar? Esta é a remontagem do solo que estreou sua primeira versão em Maio de 2015 e retorna em uma nova roupagem. O elenco é composto por Jean Palladino, que assina a dramaturgia e a direção, com interlocução de Klindson Cruz, Richard Harts e Ana Oliveira.

Em atividade

A Cacompanhia atua na cidade de Manaus desde março de 2017, partindo de uma pesquisa que busca a imersão dos palhaços em ambientes comuns da cidade de Manaus. Em dois anos de existência, o grupo resiste num espaço cada vez mais difícil para a produção cultural amazonense.

“O teatro em toda a sua história acaba renascendo sempre de onde ele surgiu, a rua. Há dois anos estreamos o espetáculo ‘Clowntidiano’ na feira da Eduardo Ribeiro, no Centro, e chegamos à zona rural da cidade com apresentações onde a produção teatral dificilmente alcança”, afirma Jean Palladino.

A companhia foi contemplada em 2017 pelo edital municipal Prêmio Conexões Culturais pelo projeto “Clowntidiano Para Além do Urbano” que levou ao todo 10 apresentações para escolas na AM-010 e BR-174.

O Caconvida conta com produção de Vitor Figueiredo e Felipe Maya Jatobá e tem apoio da Secretaria de Estado da Cultura do Amazonas e Universidade do Estado do Amazonas, além de proporcionar ao público maior conhecimento sobre a pesquisa em si, promove o intercâmbio entre os profissionais envolvidos com produção cultural e empresários.

“Convidamos artistas, produtores e empresários para compartilharmos as ações que a Cacompanhia de Artes Cênicas promoverá durante todo o ano, buscando integrá-los na base de investimento nas ações que serão realizadas. É um ótimo momento para apresentarmos também ao público que o trabalho desenvolvido tem consistência e atinge a todos de forma democrática”, afirma o produtor Felipe Maya Jatobá, criador do Caconvida.

O turismólogo e produtor Vitor Figueiredo afirma que as artes cênicas como potencial turístico agregam valor econômico, cultural e artístico como parte da experiência turística. “Minha atuação na Cacompanhia de Artes Cênicas é trazer outras referências da produção cultural por meio de visão estratégica na difusão das artes em torno de toda a cidade, bem como os pontos de efervescência produtiva”.

 

Serviço

O que é: apresentação do espetáculo “O Palhaço de La Mancha”
Quando: quinta-feira (11), às 17h
Onde: Largo de São Sebastião, Centro
Quanto: gratuito

O que é: projeto Caconvida com apresentação do espetáculo “Balões”
Quando: sexta-feira (12), às 19h
Onde: Centro Cultural Usina Chaminé, Avenida Lourenço da Silva Braga, s/nº, Centro
Quanto: gratuito


Com informações da Assessoria

X