Semana do Livro - 1º dia - 2010 - Les Artistes Café Teatro - Foto_ Leonardo Leão_Manauscult
Semana do Livro - 1º dia - 2010 - Les Artistes Café Teatro - Foto_ Leonardo Leão_Manauscult

Na data em que se celebra o Dia Mundial do Livro, 23/4, nesta terça-feira, uma programação diversificada, idealizada pelo Centro Universitário do Norte (Uninorte), marcará as atividades da Semana do Livro, promovida pela Prefeitura de Manaus, em parceria com instituições de ensino superior do Amazonas. A programação, que iniciou na última segunda-feira, 22, seguirá até a próxima sexta-feira, 26, e conta com seminários, oficinas, debates, apresentações teatrais, exibição de filmes e lançamento de livros.

Em sua terceira edição, a Semana do Livro homenageia, este ano, o escritor brasileiro Guimarães Rosa. Nesta terça-feira, na Unidade 6 do Uninorte, localizada na avenida Joaquim Nabuco, Centro, as atividades iniciarão às 8h, com a exposição acerca da vida e obra de Guimarães Rosa. Já às 16h, o espaço contará com Cinema em Letras: “A 3ª Margem do Rio” (baseado no livro “Primeiras Estórias”, do autor homenageado).

Dando continuidade à programação de terça-feira, haverá uma análise fílmica às 17h40, com o professor Daniel Cavalcanti Atroch e alunos do 3º e 5º períodos do curso de Letras, enquanto que, à noite, a professora Lúcia Inês Freire de Oliveira, coordenadora do curso de Letras, fará a abertura de boas-vindas aos participantes.

“A literatura é importante para todos os alunos, faz parte da vida acadêmica. A partir dela discutiremos sobre a vida e as obras de Guimarães Rosa com os alunos, que também estão preparados para desenvolver as atividades propostas na programação. O evento é proposto, em geral, aos graduandos de licenciaturas”, destacou a professora Lúcia Inês.

Atividades culturais também marcarão o dia. Uma apresentação musical em português e inglês será feita no local às 19h e, logo após, a peça teatral “Guimarães: vida e obra” será encenada, por volta das 19h20.

Às 19h50, ocorrerá a mesa-redonda “Guimarães Rosa”, com os professores Daniel Cavalcanti Atroch (Uninorte), com o tema “O caráter não confiável do narrador de Grande Sertão: Veredas”; Paulo Emílio Matos Martins (Universidade Federal Fluminense), com “A Reinvenção do Sertão”; e José Seráfico (Universidade Federal do Amazonas), com “Um facínora compadecido”. A mediação ficará por conta da professora Francisca de Lourdes Louro.

No encerramento, às 21h20, acontecerá o lançamento, venda e assinatura do livro “A Reinvenção do Sertão”, do professor Paulo Emílio Matos Martins.

Semana do Livro 2019

A terceira edição da Semana do Livro iniciou nesta segunda-feira, 22/4, no Les Artistes Café Teatro, Centro. Na solenidade de abertura, os atores Jean Palladino (Universidade do Estado do Amazonas) e Leonardo Novellino (Museu da Cidade de Manaus), sob direção de Jhon Weiner, interpretaram o conto “Famigerado”, do livro “Primeiras Estórias”, de Guimarães Rosa.

Em seguida, os professores Paulo Emílio Matos Martins, Daniel Cavalcanti Atroch e Jhon Weiner promoveram um seminário sobre Guimarães Rosa. Uma releitura sobre o sertão brasileiro, a partir da abordagem organizacional do núcleo comandado por Antônio Conselheiro e seus jagunços em Canudos, foi o tema do professor Paulo Emílio Matos Martins, convidado nacional do evento. A partir da observação semiológica, ele contou como o fenômeno pode contribuir com a administração geral a partir da experiência de movimentos sociais e comunitários.

O professor Daniel Cavalcanti Atroch, do Uninorte, apresentou a análise da relação dos personagens Diadorim e Riobaldo, em “Grande Sertão: Veredas”, a partir da característica do narrador e do comportamento dos mesmos como margem para novas interpretações na relação de poder existente entre eles.

“Para quem não leu ainda, perde a questão singular de um autor mineiro, mas que não fala só de sertão. O contista presente, principalmente em ‘Primeiras Estórias’, revela um universo de vários Brasis desconhecidos”, afirmou John Weiner.

Aluno do terceiro período do curso de Administração da UEA, Paulo Gabriel abordou sobre a necessidade das ciências estarem unidas para o fortalecimento do processo de aprendizado e desenvolvimento crítico e social.

“É uma experiência muito legal podermos misturar essa área da ciência social com as humanas. Poder fazer esse elo é algo que falta muito na sociedade e este é um evento fantástico. Estou participando pela primeira vez da programação da Semana do Livro. Acredito que só caminhamos para a frente, se conseguirmos enxergar o passado e é através desse elo que podemos enriquecer a pesquisa científica e buscar o sentido de por que estamos fazendo isso”, declarou Paulo.

A programação segue até sexta-feira, 26, em quatro locais distintos, com programação simultânea na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Uninorte e Casarão de Ideias, Centro. A programação completa está disponível aqui no site.

Semana do Livro 2019 - Café Teatro - 1º Dia


Thais Waughan e Steffanie Schmidt
Equipe Viva Manaus