“Manaus em Debate” encerra com participação de Lucélia Santos

Foto: Leonardo Leão/Manauscult Lucélia Santos no Manaus em Debate 2019 - Foto_ Leonardo Leão_Manauscult

Encerrando a programação do seminário “Manaus em Debate 2019”, promovida pelo Conselho Municipal de Cultura (Concultura), com apoio da Prefeitura de Manaus, na última sexta, 3/5, a atriz Lucélia Santos levou à mesa do debate questões voltadas à valorização da Amazônia, com o tema “Manaus em Cena”.

Militante das causas ambientais e defensora aguerrida da causa indígena, Lucélia Santos falou sobre a valorização da Amazônia como porta de entrada de riquezas e cultura, assim como a importância da preservação da região. “Aqui é para qualquer ser de fora a porta de entrada para a Amazônia, para a floresta. Aqui é onde vive a beleza, o mistério, no clima, nos índios, em toda a cultura dos povos originais. Quando falamos da Amazônia, a gente pensa nessa imensidão de riquezas que este lugar representa para o Brasil, para a humanidade”, disse Lucélia.

Ainda durante o encontro, a atriz enalteceu a importância do resgate de pontos históricos de Manaus, que caracterizam a cultura do lugar, e, ainda, a construção de um dos mais importantes teatros do Brasil, o Teatro Amazonas.

“Manaus completa 350 anos este ano, e podemos perceber que ela está em constante crescimento, construção, desde o resgate do Centro Histórico da cidade, da arquitetura. O Teatro Amazonas é um dos teatros mais importantes e imponentes do país, a historia da construção dele, que, diga-se de passagem, é incrível, retrata quanta riqueza já passou por aqui e o quanto isso representa para a cultura do Amazonas. Todo esse potencial e protagonismo desta região é muito forte e importante”, salientou a atriz.

Com uma longa trajetória na teledramaturgia, Lucélia interpretou a sua primeira protagonista em “A Escrava Isaura”, seu primeiro papel na televisão. Nas telas de cinema, a atriz integrou os elencos de vários filmes de Nelson Rodrigues. Nos últimos anos, Lucélia Santos tem se dedicado intensamente ao teatro, em que levou para os palcos, em março de 2017, o primeiro monólogo da sua carreira, “Terezinha”.

Seminário "Manaus em Debate" 3° dia

“Manaus vista por outros brasileiros”

As atividades do seminário “Manaus em Debate” deste ano se voltaram para a questão do olhar de outros artistas e intelectuais brasileiros sobre o berço do Amazonas, Manaus. Palestras com a presença de grandes nomes da cena literária e das artes cênicas abrilhantaram a programação do evento durante os três dias de atividade, na Escola Superior de Artes e Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (Esat/UEA).

Promovido pelo Conselho Municipal de Cultura (Concultura), com o apoio da Prefeitura de Manaus, o seminário contou, ainda, com a participação do jornalista e professor Antônio Carlos Hohlfeldt, com a palestra “Minha Manaus Literária”, e com o jornalista e historiador Juremir Machado, com o tema “Minha Manaus Imaginária”. O encontro contou também com a presença e mediação do escritor e presidente do Concultura, Márcio Souza, e da jornalista Ana Pardo, em todas as três noites.


Jéssica Rebello
Equipe Viva Manaus

X