Projeto “Algodão Doce” promove espetáculos na Casa Mamãe Margarida

Foto: Divulgação/Algodão Doce Projeto Algodão Doce

Contemplado no Edital de Conexões Culturais 2017, da Prefeitura de Manaus, o projeto “Algodão Doce” promoverá, gratuitamente, nos dias 8, 9 e 10/5, uma temporada de espetáculos teatrais voltados ao público infanto-juvenil da Casa Mamãe Margarida, no bairro São José Operário, zona Leste. A proposta do projeto é de resgatar jovens em situação de vulnerabilidade social, além de fomentar a interação entre artistas e estudantes de teatro da cidade.

A iniciativa, em comemoração aos 15 anos de resistência no cenário teatral amazonense, marca a estreia e contrapartida do projeto idealizado por membros da Companhia Arte em Movimento Zona Cultural, em parceria com a Interarte – Produtora, Cia Teatral e Escola de Teatro. Os atores da peça passaram por uma audição para participarem do espetáculo, resultando em uma miscelânea de talentos desenvolvidos e aproveitados durante o processo.

Sob a direção-geral de Leonel Worton, o espetáculo “Algodão Doce” conta a estória de uma cidade perdida no meio da floresta, conhecida como “Cidade dos Molambos”, que foi abandonada e esquecida desde que seus moradores e autoridades começaram a destruir a floresta dos peixes, floresta do povo Arara. Nesse contexto, a ambiciosa cantora fracassada Carlota chega à cidade, e, por meio de um acordo com o então prefeito, resolve desmatar o restante da floresta.

“Ela resolve acabar com as terras indígenas para construir sua fábrica de algodão doce, mas o que ela não contava era que dentre eles estava Apurinã, menina da cara pintada, que luta para que seu povo não seja dizimado. No entanto, Apurinã é aprisionada por Carlota para ser transformada em escrava da fábrica mortal e, mesmo com as dificuldades, a indiazinha, heroína da nossa estória, resiste e consegue reunir seu povo novamente e, juntos, lutam contra a corrupção e os maus tratos que seu povo tanto sofre”, contou o diretor.

Programação – Casa Mamãe Margarida

08/05 (quarta) – 1ª sessão e estreia – 19h

09/05 (quinta) – 2ª sessão – 10 h
3ª sessão – 14h
4ª sessão – 16h

10/05 (sexta) – 5ª sessão – 15h
6ª sessão – 19h


Thaís Waughan
Equipe Viva Manaus (com informações de assessoria)

X