Palestras e exposição marcam lançamento de “O velho, novo e sem tempo”

Foto: Divulgação/O Velho, Novo e Sem Tempo O velho, novo e sem tempo

Escritores amazonenses promovem, nesta sexta-feira, 10/5, o lançamento do livro “O velho, novo e sem tempo”, projeto contemplado pelo Edital de Conexões Culturais 2017 da Prefeitura de Manaus. O lançamento acontecerá no Les Artistes Café Teatro, Centro Histórico de Manaus, a partir das 18h, com entrada gratuita. A programação continua no dia 11/5, com exposições e palestras (com faixa etária a partir de 15 anos).

Com organização de Luiz Andrade, proponente do projeto, o livro foi o primeiro publicado pelo coletivo de ilustradores e escritores “Xmao”. “Esse é o nosso primeiro livro publicado, mas o nosso grupo já conta com um histórico amplo de publicações de fanzines independentes também. É muito bacana ver o resultado do nosso projeto, depois de um ano de trabalho, se consolidando dessa forma. Nesse livro temos textos antigos e recentes, então fizemos um contraste da cidade falando sobre o espaço em que vivemos e como nos relacionamos com ele. É um ápice da nossa produção”, disse Andrade.

Trazendo uma antologia de contos apresentando um lado mais sombrio de Manaus, seus becos, seus hotéis sem nome, o submundo do centro da cidade e suas assombrações, a obra será lançada às 18h desta sexta, 10/5, e, na ocasião, haverá uma mesa redonda com os autores e uma exposição das 10 ilustrações presentes nos textos. Na mesma data, às 19h, Luiz Andrade ministrará uma palestra sobre o “Processo de organização e curadoria do livro”.

Já no sábado, 11/5, o ciclo de palestras iniciará às 16h. A primeira discussão terá como tema “Execução de Projetos Literários”, ministrada por Andrade. Logo após, às 17h, o escritor Jan Santos falará sobre “A leitura como ferramenta de combate à violência” e, fechando o cronograma do dia, às 18h, Rafael Rodrigues ministrará “Uma narrativa chibata: subversão do regionalismo”.

Contos

A obra reúne escritos de membros do coletivo, como de Rafael Rodrigues e Dani Soares, além da participação de autores convidados, como Jan Santos, autor de “A Rainha de Maio”, e do fotógrafo Alexandre Mourão e da artista Samantha Karlia, responsável pelas ilustrações originais.

Já o prefácio foi produzido pelo cartunista Romahs Mascarenhas, enquanto a apresentação foi realizada pelo roteirista e produtor cultural Evaldo Vasconcelos.


Thaís Waughan
Equipe Viva Manaus

X