Foto: Leonardo Leão/Manauscult

Em uma tarde de troca de conhecimentos, mais de cem estudantes dos cursos de Turismo das faculdades de Manaus e profissionais da área estiveram presentes na 12ª edição do Workshop de Turismo, promovido pela Prefeitura de Manaus. O encontro aconteceu no Les Artistes Café Teatro, no Centro Histórico de Manaus.

Com o tema “Novas Evidências do Cenário do Turismo para a Cidade de Manaus”, quatro painéis integraram a programação: “Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Manaus – Codese”, apresentado pelo facilitador Frank Souza; “Investe Turismo Amazonas”, com Carlos Fábio de Souza (Sebrae-AM); “Laboratório do Curso de Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (Labotur/UEA)”, com Márcia Raquel Cavalcante Guimarães; e “Projeto Prourbis II”, com o facilitador Leonardo Normando.

O diretor de Turismo da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), João Araújo, abriu as atividades e destacou a presença dos representantes do Conselho Municipal de Turismo (Comtur). Na ocasião, Araujo afirmou que o Workshop de Turismo já se consolidou com uma atividade extracurricular para os estudantes, que têm nos eventos a oportunidade de trocas com profissionais e especialistas na área. O diretor também anunciou que uma nova edição do workshop deverá acontecer em julho.

Em um dos painéis, a professora e turismóloga Márcia Raquel apresentou o Labotur, espaço usado pelos graduandos de Turismo da UEA para conhecimento prático e destacou a importância da parceria com instituições públicas e privadas. “O Labotur tem como principal proposta oferecer conhecimento técnico e prático peculiares ao exercício da profissão, além de servir como suporte para o aprendizado e familiarização dos discentes”, comentou.

12º Workshop de Turismo

Urbanização

O projeto de urbanização e requalificação do Centro de Manaus, Prourbis II, desenvolvido pela Prefeitura de Manaus, foi apresentado pelo arquiteto Leonardo Normando.

“Acreditamos que projetos urbanos de melhorias e qualificação dos espaços refletem em melhorias para o cidadão, para o próprio espaço, e, consequentemente, para quem chega à cidade. Projetos como o Prourbis envolvem todos os atores que atuam na região”, destacou.

Após as apresentações dos painéis, os facilitadores responderam às questões dos participantes.


Mônica Figueiredo
Equipe Viva Manaus

X