Líder do grupo Blue Birds Band, Roberto Gomes. Foto: Leonardo Leão/Manauscult
Líder do grupo Blue Birds Band, Roberto Gomes. Foto: Leonardo Leão/Manauscult

Em comemoração aos 52 anos de carreira, o grupo Blue Birds Band realiza um concerto gratuito nesta segunda-feira, 29/7, a partir das 20h, no Teatro Amazonas, Centro de Manaus.

Com entrada simbólica de 1 kg de alimento não-perecível, o espetáculo, que possui apoio da Prefeitura de Manaus, traz um tributo a João Gilberto, ícone da Bossa Nova. A arrecadação será destinada a duas instituições sociais.

Idealizada há cinco anos, a temática “Bossa Sempre Nova” evidencia o maior patrimônio musical brasileiro e contou com o apoio do poeta e jornalista Simão Pessoa. Entretanto, apenas neste ano foi possível dar sequência à ideia e apresentá-la no Teatro, como descreve o líder do Blue Birds, o guitarrista Roberto Gomes, mais conhecido como Betão.

O artista deixa uma mensagem ao público amante de bossa nova que for conferir o espetáculo. “Os ‘bluebirdetes’ podem aguardar um repertório especial e eu espero de 700 a 800 pessoas, no Teatro Amazonas, para que tenham uma segunda-feira diferente, ouvir uma música relaxante, calma, que agrade aos ouvidos”, afirma Roberto.

Blue Birds Band

Roberto Gomes afirma que a história do Blue Birds é pautada pelo profissionalismo de 152 músicos, ao longo de mais de 50 anos. Para ele, a essência da banda se insere no contexto social, cultural e econômico manauara.

O grupo foi declarado Patrimônio Cultural Imaterial do Amazonas em 2018, e segundo o guitarrista, apesar das dificuldades, um dos desafios é justamente manter a trajetória e legado da banda, que já contou em sua formação, por exemplo, com nomes como o contrabaixista Adriano Giffoni.

Emocionado, Roberto descreve a oportunidade de homenagear João Gilberto como única. Em especial, no Teatro Amazonas, “casa maior de cultura amazonense”, segundo ele.

Serviço

O quê: Concerto comemorativo de 52 anos da Blue Birds Band
Quando: 29/7 (segunda), a partir das 20h
Onde: Teatro Amazonas – Largo de São Sebastião, Centro
Quanto: 1 kg de alimento não-perecível


Tiago Souza
Equipe Viva Manaus