Emicida no Festival Passo a Paço 2019 - Foto: Leonardo Leão/Manauscult
Emicida no Festival Passo a Paço 2019 - Foto: Leonardo Leão/Manauscult

O sucesso de público continuou no segundo dia do Festival Passo a Paço 2019, levando 41,3 mil pessoas às ruas do Centro Histórico de Manaus, nesta sexta-feira, 6/9, para conferir shows que foram do pop e hip hop à clássica MPB, além de feira gastronômica, intervenções, visitas ao Museu da Cidade e uma diversidade de atrações.

Acompanhado da presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, prestigiou a segunda noite do festival. Ele fez questão de circular por diferentes setores do evento e, ao conversar com o público, destacava que todo o Passo a Paço foi pensado de forma especial para comemorar os 350 anos da cidade de Manaus.

“O Passo a Paço a cada ano fica maior e já se tornou uma espécie de ‘Rock in Rio’ caboclo. Temos quatro palcos espalhados no Centro Histórico, com muita arte, música e gastronomia, e ainda o nosso Museu. Sem dúvida já é o ‘Rock in Rio’ do Amazonas”, comparou o prefeito.

Ele justificou sua ausência no primeiro dia do evento por estar com o foco voltado para o I Fórum das Cidades Amazônicas, encerrado nesta sexta-feira. Em seguida, assistiu ao show do cantor cearense Fagner, e revelou que, além de ser fã, é grande amigo do músico e não poderia deixar de prestigiar.

“Eu viria ontem, mas estava muito envolvido com o evento, que mostrou para o mundo a posição clara dos prefeitos amazônicos sobre a nossa preservação intransigente de defesa da Amazônia. Nosso manifesto já virou notícia na Europa, de acordo com o que me informou a embaixada da Alemanha. Mas hoje é dia de festa e não poderia deixar de prestigiar o Fagner, que é um grande amigo meu”, explicou.

06.09.2019 Prefeito no Passo a paço 2019

Manaus Solidária

No estande do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama e presidente do Fundo falou sobre a importância de divulgar as ações da instituição e enfatizar à população como colaborar com o trabalho desenvolvido, voltado a quem realmente precisa.

“Essa é uma festa linda, que reúne famílias em um ambiente tranquilo, com segurança. A diversidade multicultural que se viu aqui é algo que não deixa desejar a nenhum lugar do mundo. Neto e eu ficamos muito felizes em ver a alegria das pessoas agradecendo pelas atrações e por tudo que o Passo a Paço reúne”, disse a primeira-dama.