Espetáculo ‘Chão de Pequenos’, da Cia. Negra de Teatro (MG) - Foto: Divulgação

As peças ‘Chão de Pequenos’, de Minas Gerais, e ‘Saudades do Adolpho’, do Amazonas, abrem oficialmente a programação do 14º Festival de Teatro da Amazônia, no Teatro Amazonas, nesta quarta-feira, 9/10, às 17h e às 20h, respectivamente. O festival terá a duração de cinco dias e segue até domingo, 13, com 13 apresentações de espetáculos. A programação é inteiramente gratuita.

A história de ‘Chão de Pequenos’, da Cia. Negra de Teatro, de Belo Horizonte, é uma fábula de garotos. Um queria ser piloto de corrida e o outro gostava de ouvir a quietude. Vieram da terra onde, afirmam alguns, as crianças já nascem mortas ou envelhecem ainda meninos. Texto, movimento, paisagens sonoras numa obra questionadora sobre amizade, adoção, abandono e os desabandonos. Entre a infância e a adolescência, marcados pela orfandade e o descaso da própria família. Dos orfanatos às ruas das grandes cidades, a fábula dos garotos revela a importância da empatia, do diálogo e do afeto nos dias de hoje, numa sociedade marcada pela intolerância e pelo preconceito.

Em ‘Saudades do Adolpho’, a teatróloga Ednelza Sahdo mergulha na própria vivência e memória pessoal para descrever o modo de vida e de ser dos principais personagens do histórico Mercado Municipal Adolpho Lisboa, de Manaus, entre as décadas de 50 e 70. O título da peça homenageia o próprio mercado, por meio da personificação de um português comerciante, que entre amizades e vendas, revela a bucólica e romântica cidade de Manaus.

O espetáculo é teatral, mas traz música e poesia nos 55 minutos de seu desenvolvimento. Ednelza assina o texto, dirige e faz uma participação na peça, apresentada oito vezes na capital amazonense.

“A montagem foca nas pessoas que habitaram o mercado, das lembranças da época que eu era criança, jovem. Alguns parentes destes personagens reais já assistiram à peça e choraram de saudades e é isso que o público pode esperar desta sessão no festival de teatro, muita saudade de um período que vivíamos em paz, com simplicidade, mas muita felicidade”, disse Sahdo.

O ciclo de debates dos espetáculos participantes do festival acontecerá no período de 10 a 13 de outubro, com mediação de Márcio Braz e Francis Madson, às 11h, no Ateliê 23. Toda a programação do festival é gratuita. O 14º FTA é uma realização da Federação de Teatro do Amazonas (Fetam), com apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (SEC). Mais informações estão disponíveis pelo Whatsapp, nos telefones 99331-7090 e 98430-2531.

Com informações de assessoria