Obras do Pavilhão Universal - Foto: Altemar Alcântara/Semcom

Símbolo do legado arquitetônico, histórico e patrimonial de Manaus, o Pavilhão Universal, uma edificação ímpar de ferro da Belle Époque, será entregue revitalizado, reformado e com novo serviço dentro da programação de aniversário dos 350 anos da capital.

“O Centro Histórico de Manaus tem um simbolismo muito grande para a nossa gestão, porque é o local onde a cidade começou e remete à nossa origem. Além de valorizar nossa história, a requalificação do Centro também fortalece o potencial de Manaus como ‘Meca do Turismo’. O Pavilhão Universal é mais um presente por esses 350 anos da cidade e que vem resgatar parte da sua cultura e da nossa essência”, disse o prefeito Arthur Virgílio Neto.

A inauguração do espaço, que será um Centro de Atendimento ao Turista (CAT), administrado pela Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), devolve aos manauaras o restauro desse importante monumento, resgatando elementos existentes na edificação, em 1975, quando a estrutura do Pavilhão estava implantada na praça Tenreiro Aranha. Hoje, o prédio está instalado na praça Adalberto Vale, compondo o mesmo conjunto arquitetônico.

A obra faz parte do programa “Manaus Histórica”, executado com recursos do Tesouro municipal. Antes, o projeto pertencia ao PAC Cidades Históricas, tendo agora gestão direta da prefeitura e maior celeridade. A reforma e restauro foi licitada e tem coordenação do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb).

Para o presidente Implurb, Cláudio Guenka, os projetos do “Manaus Histórica” ganham em viabilidade para seguir a transformação necessária de tão importante região da capital. “É uma determinação do prefeito que possamos elaborar e executar os projetos para que a população volte a reencontrar o centro da cidade”, salientou.

16.10.19.Pavilhão Universal

Restauro

O Pavilhão Universal teve a obra iniciada em abril deste ano, pela empresa Biapó Construtora. Com foco em restaurações artísticas, a Biapó tem preocupação com o humano e a história presentes nas cidades onde atua. O Pavilhão está sendo inaugurado praticamente um mês antes da previsão de conclusão. Graças ao cronograma cumprido à risca, a empreitada conseguiu ser finalizada e será entregue no aniversário de Manaus.

Com 90% dos trabalhos concluídos, a edificação em ferro recebe os últimos serviços de acabamento, pintura e colocação de peças de vidro, luminárias e louças, além de mobiliário. O projeto teve aprovação junto ao Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

“Com a entrega da obra do Pavilhão Universal, fica concluída uma importante etapa nesse esforço conjunto do Iphan e da Prefeitura de Manaus em revitalizar e valorizar o Centro Histórico da cidade. As praças Adalberto Vale e Tenreiro Aranha foram requalificadas e agora estão prontas para receber os moradores e turistas, com melhores condições de acessibilidade e conforto. E, para abrilhantar ainda mais esses espaços, o Pavilhão ganha agora essa nova casa na praça Adalberto Vale, recebendo o Centro de Atendimento ao Turista. Então, é um grande presente para a cidade nesses seus 350 anos. Esperamos que os moradores recebam esse presente com alegria e cuidem, junto conosco, desses espaços que são parte tão importante e simbólica da cidade”, disse a presidente do Iphan, Kátia Bogéa.

Um dos detalhes do restauro é que todas as peças metálicas são as originais. Elas foram desmontadas, tratadas e remontadas no novo endereço. A cobertura em forma de escama de peixe foi refeita a partir de um modelo encontrado.

Com informações de assessoria