Manaus na Feira Internacional de Turismo de Madri (Fitur) - Foto: Divulgação/Manauscult

O projeto turístico da Prefeitura de Manaus, que explora o potencial atrativo da cidade, está em exposição na 40ª Feira Internacional de Turismo de Madri (Fitur), na Espanha, que começou na quarta-feira, 22/1, e segue até o próximo domingo, 26/1, com a estimativa de público de 250 mil pessoas. Com intenso movimento internacional, o evento dá início ao calendário mundial de feiras do setor turístico.

“A cultura e a tradição, que são elementos característicos da nossa cidade, têm sido evidenciadas com frequência no cenário mundial e, desta vez, atravessaram o oceano para que outras pessoas conheçam e queiram vivenciar um pouco do que vivemos. É Manaus reconhecida internacionalmente pela sua nata capacidade turística”, destacou o prefeito Arthur Virgílio Neto, entusiasta e incentivador da vocação da capital amazonense como principal destino da região amazônica.

A Fitur é um ponto de encontro global para os profissionais do setor, que inaugura o circuito internacional de eventos de promoção ligados ao mundo das viagens. Além de ferramenta de negócio para favorecer e impulsar acordos e contatos comerciais, a feira recebe visitas do público em geral, que pode encontrar o destino ideal para desfrutar nas férias.

A capital amazonense integra o estande do Instituto Brasileiro do Turismo (Embratur), expondo o projeto “Manaus: o Brasil que você só encontra aqui”, apresentado pelo diretor de Turismo da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), João Araújo.

Iniciado em 2017, o projeto busca promover a capital amazonense e seus eventos turísticos, com destaque para as três grandes festas promovidas pela prefeitura: o Festival de Artes Integradas da Amazônia, Passo a Paço, o Boi Manaus e o Réveillon. Além dos atrativos naturais e culturais, o projeto também promove outros segmentos do turismo, como a pesca esportiva e cruzeiros fluviais.

Fitur

Os principais eixos condutores da Feira Internacional de Turismo de Madri são a sustentabilidade, a tecnologia e a especialização, que se somam às ações orientadas para o crescimento profissional, a representatividade e a internacionalização.

Jéssica Rebello
Equipe Viva Manaus (com informações de assessoria)