Prefeitura realiza 1ª Mostra Cultural ‘Manaus das Artes’ neste sábado e domingo, 24 e 25/7

A Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e em parceria com o Conselho Municipal de Cultura (Concultura) e Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), realiza, neste sábado e domingo, 24 e 25/7, a 1ª Mostra Cultural ‘Manaus das Artes’. A exposição, que será aberta ao público, terá início às 16h e segue até as 20h, na praça Dom Pedro II, no Centro Histórico de Manaus.

 

Essa exposição, aberta ao público e gratuita, é mais uma das medidas tomadas pela Prefeitura de Manaus para auxiliar os artistas locais, promover a difusão multicultural e estimular a recuperação econômica do setor, que sofreu severamente com os impactos da pandemia da Covid-19.

 

Para o diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, ações como essa fortalecem os artistas e a difusão multicultural. “Durante esses dois dias da 1ª Mostra Cultural ‘Manaus das Artes’, iremos avaliar a aceitação e interação do público com o projeto, que será levado às demais praças da nossa cidade, seguindo a determinação do prefeito David Almeida”, destacou Oliveira.

 

A mostra vai apresentar artes visuais, literárias e performáticas, exposição de carros antigos, praça de alimentação, além de proporcionar uma imersão na arquitetura do Centro e a geração de renda, a partir da venda dos produtos expostos pelos artesãos, que são acompanhados pelo Departamento de Economia Solidária e Criativa da Semtepi.

 

“Os produtos vão desde artesanatos tradicionais e produtos utilitários para o dia a dia, a alimentos à base de frutas regionais. E, com a aproximação do Dia dos Pais, eles também estão se preparando para oferecer produtos voltados a esse público”, informou a chefe do departamento, Izoney Tomé.

 

De acordo com o presidente do Conselho Municipal de Cultura (Concultura), Tenório Telles, a população manauense, nessa nova gestão municipal, terá muito mais acesso à cultura. “Durante esses 200 dias de gestão, o Concultura focou não apenas em projetos de apoio e qualificação dos artistas, mas também em apontar mecanismos que facilitem o acesso da população à cultura”, esclareceu Tenório.

 

— — —

 

Texto – Emanuelle Baires /Manauscult

Fotos – Oliveira Jr /Manauscult