Comissão Especial de Eventos discute novo formato para aniversário da cidade

A Prefeitura de Manaus realizou nesta segunda-feira, 13 de setembro, a segunda reunião da Comissão Especial de Organização de Eventos Festivos no Município de Manaus, instituída por meio do Decreto nº 5.122/2021. O encontro que ocorreu no Casarão da Inovação Cassina, no Centro, foi presidido pelo subsecretário de Assuntos Legislativos da Casa Civil, Rafael Bertazzo, que destacou que a comissão está acompanhando as possibilidades para a realização de um evento para a comemoração do aniversário da cidade em um novo formato.

“Trata-se de um órgão que visa começar os preparativos para os grandes eventos de organização do município, tais como aniversario da cidade, natal, réveillon e carnaval, então nós estamos monitorando a questão da pandemia, o ciclo vacinal para saber se esses eventos tem condições ou não de serem realizados. Nós estamos em vias de acontecer o aniversário da cidade, hoje discutimos a verificação de um novo formato para a realização desse evento tão aguardado”, destacou Bertazzo, coordenador da Comissão.

A Comissão é composta por secretarias e órgãos da gestão municipal, como: Casa Civil, Conselho Municipal de Gestão Estratégica (CMGE), Casa Militar, Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) e Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Manauscult).

 

O diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, explicou a importância da interação entre as secretarias, para a retomada dos grandes eventos na cidade. “Estamos próximos de um grande evento, que é o aniversario da cidade de Manaus, e por determinação do prefeito David Almeida, estamos tomando medidas integradas com outras secretarias para que a comemoração aconteça da maneira mais segura possível. É através da comissão que é possível obter as respostas imediatas para haver o evento de forma híbrida ou presencial”, enfatizou o diretor-presidente.

 

Por meio de decreto estadual, já houve a liberação de eventos na cidade, um dos eventos privados aprovados pelo Governo do Amazonas, vai abrigar por volta de 25% da capacidade da esplanada da Arena da Amazônia, e servirá como teste para monitoramento do retorno aos grandes eventos pela Prefeitura de Manaus.

 

— — —

Texto – Beathriz Torres / Semcom

 

Foto – João Viana / Semcom

Disponível em – https://flic.kr/s/aHsmWDdfYn