Prefeitura lança chamada pública para operação de vendas de bebidas e alimentos

A Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), torna público a realização de seleção na forma de Chamada Pública, para a eventual autorização de uso de espaço público de forma onerosa, para operação de vendas de bebidas, inclusive alcoólica e alimentos, durante a realização do Réveillon “Virada da Esperança” 2022.

Poderão participar deste certame apenas pessoas jurídicas especializadas em eventos e com experiência comprovada, por meio de inscrição protocolizada até o dia 13/12, na sede da Manauscult, localizada na avenida 7 de Setembro, 377, Centro, das 8h às 17h, juntamente com toda a documentação relacionada no item 4.2 do edital, devidamente lacrada, envelopada e identificada.

A seleção das propostas será realizada por uma Comissão de Seleção, composta por três técnicos da Fundação Municipal de Cultura, designados pelo diretor-presidente por meio de portaria publicada no Diário Oficial do Município (DOM). O edital de Chamamento está disponível na aba editais do site http://manauscult.manaus.am.gov.br.

Durante a seleção serão atribuídas notas a cada quesito de julgamento, levando em consideração: análise documental, avaliação do portfólio, visita técnica à estrutura da empresa, avaliação da proposta. Em caso de empate, terá prioridade o proponente que apresentar o maior valor na proposta comercial.

Para o diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, é imprescindível transparência no planejamento do Réveillon 2022, onde o dimensionamento do evento será de acordo com o avanço da vacinação e cenário atual da pandemia da Covid-19 na cidade. “Estamos com a parte burocrática em andamento para que os prazos sejam devidamente atendidos”, esclareceu.

Ainda de acordo com ele, a contrapartida do edital será destinada à promoção, organização e execução de futuros eventos e apoios celebrados pela Fundação Municipal. “Estamos trabalhando para fomentar o setor turístico, cultural e criativo da cidade e esta é mais uma ação que visa a difusão multicultural e, ainda, estimular a recuperação econômica do setor, que sofreu severamente com os impactos da Covid-19”, concluiu.

— — —

Texto – Emanuelle Baires / Manauscult

Foto – Márcio James / Arquivo – Semcom