Lugares Para se Visitar em Manaus

Atrativos Culturais

Teatro Amazonas

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

Sua construção iniciou-se em 1882, na época áurea da borracha, onde os barões viviam em uma época de ostentação e sonhavam em construir uma cidade europeia em plena floresta amazônica. Inaugurado em 31 de dezembro de 1896, o Teatro Amazonas tornou-se o símbolo da cidade de Manaus e um dos principais cartões postais do patrimônio cultural arquitetônico do Amazonas. Possui uma imponente fachada rosa e uma cúpula composta de 36 mil peças de escamas em cerâmica esmaltada e telhas vitrificadas, representando a bandeira brasileira. Domenico de Angelis e Giovani Capranesi, grandes nomes de artistas europeus, e Crispim do Amaral, artista brasileiro, foram responsáveis pela luxuosa decoração. Hoje com mais de 100 anos, tem capacidade para 701 pessoas. Após restauração realizada em 1990, anualmente é realizado o Festival Amazonas de Ópera.

Funcionamento
De terça a sábado, das 9h às 15h.
Entrada: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Amazonenses não pagam

*As visitas precisarão ser agendadas no Portal da Cultura pelo link https://sistemas.cultura.am.gov.br/sigec/agendamentoEspacos/create

Obs.: Os novos horários respeitam a determinação de decreto estadual, como medida de prevenção à Covid-19.

Endereço
Av. Eduardo Ribeiro, 659 – Centro – Manaus/AM

Contatos
Email: [email protected]
Telefones: (92) 3622-1880 / 3622-2420
Bilheteria: (92) 3232-1768

Acessibilidade para deficientes físico, visual e auditivo


Palacete Provincial

Foto: Chris Pellet / Manauscult

É uma das edificações mais antigas da cidade e teve sua inauguração em 1875, sendo conhecido por mais de 100 anos como Quartel da Policia Militar. Está localizado no Centro da cidade e representa um dos principais espaços culturais do município, abrigando atualmente 5 museus em diferentes espaços: Museu de Numismática,  Museu da Imagem e do Som do Amazonas, Pinacoteca do Estado,  Museu Tiradentes (Museu da Polícia Militar do Estado) e o recém criado Museu de Arqueologia. Nele também passou a funcionar o Ateliê de Restauro de Obras de Arte e o Ateliê de Papel.

Funcionamento
De terça-feira a sábado, das 9h às 15h.
Entrada gratuita

*As visitas precisarão ser agendadas no Portal da Cultura pelo link https://sistemas.cultura.am.gov.br/sigec/agendamentoEspacos/create

Obs.: Os novos horários respeitam a determinação de decreto estadual, como medida de prevenção à Covid-19.

Endereço
Praça Heliodoro Balbi, s/n – Centro – Manaus/AM

Contatos
E-mail: [email protected] / [email protected]
Telefone: (92) 3631-3632

Acessibilidade para deficientes
Rampa no andar térreo, com acesso aos Museus da Imagem e do Som da Amazônia e Pinacoteca do Estado. Elevador em implantação.


Museu da Cidade de Manaus – Paço da Liberdade

Foto: Manoel Vaz / Semcom

O prédio do Paço da Liberdade situa-se no Centro Histórico de Manaus, no antigo bairro de São Vicente, e foi uma das primeiras edificações de características arquitetônicas neoclássicas possuindo uma das mais belas fachadas da cidade. Também conhecido como Paço Municipal, em 1879, o prédio abrigou o Governo Provincial e, em seguida, com a Proclamação da República, passou a sediar a administração do Governo Republicano.

Em dezembro de 2016, a Manauscult concluiu a chamada pública para implantação do Museu da Cidade recursos captados na iniciativa privada por meio da Lei Rouanet. O Museu da Cidade de Manaus hoje abriga a exposição permanente tecnológica “A Cidade de Manaus: História, Gente e Cultura”.

Onde: Paço da Liberdade – Rua Gabriel Salgado, Centro Histórico (em frente à Praça Dom Pedro II)
Quando:
Visitação de segunda a sexta, das 9h às 15h – Em virtude da Covid-19, o agendamento prévio deve ser feito pelo e-mail [email protected]
Quanto:
Entrada gratuita – Confira todos os protocolos aqui


Centro Cultural dos Povos da Amazônia

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

Inaugurado no dia 22 de maio de 2007 pelo Governo do Estado. Foi projetado para catalisar a cultura e o conhecimento da Amazônia. O complexo reúne em um só local, informação, educação, entretenimento e pesquisa sobre as populações da Amazônia Ocidental, com o objetivo de difundir a cultura e o conhecimento das populações do Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela. O local possui um Pavilhão Cultural e uma arena de espetáculos com capacidade para acomodar 17 mil pessoas.

Funcionamento
De terça-feira a sábado, das 9h às 15h.
Entrada gratuita

*As visitas precisarão ser agendadas no Portal da Cultura pelo link https://sistemas.cultura.am.gov.br/sigec/agendamentoEspacos/create

Obs.: Os novos horários respeitam a determinação de decreto estadual, como medida de prevenção à Covid-19.

Endereço
Avenida Silves, 2.222 – Distrito Industrial I (antiga Bola da Suframa) – Manaus/AM

Contatos
E-mail: [email protected]
Telefones: (92) 3090-6800

Acessibilidade para deficiente físico


Mercado Municipal Adolpho Lisboa

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

Construído de frente para o Rio Negro em 1880, foi oficialmente inaugurado em 1883 quando a cidade de Manaus era considerada uma das cidades mais prósperas do Brasil, graças às riquezas originadas pela exploração dos seringais.

Fio construído em estilo Art Nouveau, sendo um dos mais importantes exemplares mundiais da arquitetura de ferro, seguindo as características do antigo Mercado Les Halles de Paris.  É um movimentado cetro de comercialização de produtos típicos da Região Amazônica em função da vasta variedade de espécies de peixes de água doce, frutas, legumes e especiarias, atraindo a atenção e a curiosidade dos visitantes da cidade.

Endereço: Rua dos Barés, nº46 – Centro


Atrativos Naturais

Complexo da Praia da Ponta Negra

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

Principal e mais urbana orla de praia fluvial da cidade, está localizado às margens do Rio Negro, segundo rio mais importante da bacia hidrográfica do Amazonas. O complexo possui uma infraestrutura que o transformou em um dos principais pontos turísticos da cidade. A praia, com seus calçadões, anfiteatro, areias finas e água morna, oferece aos seus visitantes conforto, amplo estacionamento, restaurantes com comidas regionais, mirante, píer, complexo comercial e áreas para esporte e lazer. É um complexo turístico moderno e completo, que ainda conta com um anfiteatro onde ocorrem apresentações artísticas nacionais e internacionais.

Endereço: Av. Coronel Jorge Teixeira, s/n – Ponta Negra


Praia do Tupé

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

Localizada à margem esquerda do Rio Negro, na zona rural de Manaus, a praia pode ser desfrutada durante quase todo o ano, mas a melhor época para visitá-la é de agosto a março, quando o Rio Negro ainda está baixo. Porém, se a seca for muito forte, a praia pode ser isolada, dificultando o acesso a ela em função do fenômeno natural da vazante. Na comunidade onde a praia está situada moram 2 famílias indígenas que convidam os visitantes para assistir e participar de seus rituais de dança. Consulte as agências de viagem para programar uma visita.


Encontro das Águas

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

É um fenômeno que ocorre na confluência do Rio Negro, de água negra, com o Solimões, de água barrenta, no qual as águas dos dois correm lado a lado sem se misturar, por uma extensão de mais de 10 km. É uma das principais atrações turísticas da cidade de Manaus. Esse fenômeno ocorre em decorrência da diferença entre a temperatura e a densidade das águas e também da velocidade de suas correntezas. O período da enchente, que vai de janeiro a julho, é a melhor época para fazer passeio turístico pra observar o Encontro das Águas, por facilitar o acesso aos igarapés por meio de canoas motorizadas. Pode-se entrar nos furos e braços de rios e ter a oportunidade de observar animais como: pássaros, macacos e preguiças, além de contemplar a rica flora amazônica. Consulte as agências de viagem para programar uma visita.


Bosque da Ciência – INPA

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

Localizado na área urbana de Manaus, nas dependências do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (INPA). Tornou-se um dos atrativos turísticos mais visitados de Manaus, pois reúne entretenimento aliado ao conhecimento sobre a Amazônia. É uma area de aproximadamente 13 hectares, onde há viveiros de animais, como peixes-boi, ariranhas e quelônios, além de trilhas educativas. Foi projetado e estruturado para fomentar e promover o desenvolvimento do programa de Difusão Cientifica e de Educação Ambiental do INPA e, ao mesmo tempo, preservar aspectos da biodiversidade existente no local. Entre suas atrações está o tanque de peixes-boi, o viveiro dos jacarés, um orquidário e um bromeliário.

VISITAÇÃO TEMPORARIAMENTE SUSPENSA – Público em geral: R$ 5,00

A entrada é gratuita para crianças até 10 anos e pessoas a partir de 60 anos.

O Bosque da Ciência está aberto para visitação, de terça à Sexta-feira, das 9 às 12 horas e das 14 às 16 horas. Sábados, domingos e feriados de 9 às 16 horas.

Visitas de grupos escolares são marcadas com antecedência.


Parque do Mindu

Foto: Chris Pellet / Manauscult

É um dos maiores e mais visitados parques municipais do Amazonas. Foi criado em 1989 pela Prefeitura Municipal de Manaus. Com 4205 hectares de biodiversidade, é uma das quatro Unidades de Conservação da cidade formando uma vitrine das espécies de flora, fauna e outros elementos do ecossistema amazônico. Abriga uma considerável população de Sauim-de-Manaus, pequeno símio que existe apenas na região de Manaus. Possui anfiteatro, auditório, orquidário, canteiro de ervas com propriedades terapêuticas e aromáticas e trilhas suspensas.

Endereço: Av. Perimetral, s/n – Parque 10 de Novembro

Telefone: 3236-7702


Zoológico do CIGS

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

O Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), criado e administrado pelo Exército Brasileiro, foi aberto ao público em 1967. Possui zoológico com cerca de 190 animais da fauna amazônica dispostos em várias jaulas ou espaços, sendo que alguns estão ameaçados de extinção. Um dos objetivos do zoológico é proteger esses animais que, inclusive, são utilizados no treinamento dos guerreiros de selva. O zoológico é a 2ª atração turística mais visitada em Manaus.

Endereço: AV. São Jorge, nº750 – São Jorge

Telefone: 2125-6400

Horários: Terça a Sexta: 9h às 16h30

Sábado, Domingos e Feriado: 9h às 17h

Segunda: Fechado para manutenção

Valores para entrada: A partir de 14 de dezembro de 2020

Ingresso Integral: R$ 10,00

Meio Ingresso: R$ 5,00


Jardim Botânico Adolpho Ducke

Foto: Ingrid Anne / Manauscult

Localizado na Reserva Florestal Adolpho Ducke, o Jardim Botânico de mesmo nome é um dos maiores do Brasil, com cerca de 3 km de acesso a diferentes ecossistemas da região. Possui centro administrativo, biblioteca, lanchonete, estacionamento e trilhas ecológicas que permitem aos visitantes conhecer diferentes ecossistemas da região como, por exemplo, a floresta de baixo. Ao longo das trilhas existem diversas árvores identificadas e pode-se encontrar o angelim-pedra, castanha-de-macaco, acariquara, breu, tachi, entre outras espécies da região.

Endereço: Rua Uirapuru, s/n – Cidade de Deus

Telefone: (92) 3582-2929